nsc
an

Literatura

Saiba como curtir os últimos dias da 13ª Feira do Livro de Joinville

Ela chega ao fim no domingo, com atrações culturais, bate-papo com autores e ofertas

08/04/2016 - 14h12

Compartilhe

Por Redação NSC
Literatura infantil é o destaque do evento, e aparece no maior número de estandes
Literatura infantil é o destaque do evento, e aparece no maior número de estandes
(Foto: )

Ainda que seu nome remeta a um evento comercial, a Feira do Livro é muito mais do que isso. Neste fim de semana, a edição joinvilense encerra mais um ano da programação cultural que ocorre em meio a obras literárias, no Centreventos Cau Hansen. Das 9 às 22 horas, o local vive os últimos momentos da Feira de Joinville, e o público tem as chances finais de aproveitá-la.

As ofertas de livros são o principal motivo para quem passa pelas portas do Expocentro Edmundo Doubrawa. Como a Feira reúne 39 estandes de livrarias e editoras de Joinville e de outros Estados e cidades brasileiros, é possível encontrar títulos variados a preços acessíveis - em especial, os infantis, que são maioria entre as obras à venda, contando inclusive com estandes exclusivos para a faixa etária. Há ainda clássicos da literatura e obras raras - entre os expositores, há sebos de Joinville e de outras regiões. Com os últimos dias, é comum que os expositores criem descontos para as obras.

- Muitos expositores não querem levar o estoque de volta para sua cidade, pois acham mais barato vendê-los a menores preços do que arcar com os custos do frete. Então, é o momento para aproveitar e "garimpar" - avalia a organizadora da Feira de Joinville, Sueli Brandão.

Confira a programação completa da Feira do Livro de Joinville

O passeio pelos corredores da Feira do Livro, no entanto, tem muito mais para ver do que buscar os menores preços: só nestes dois dias haverá sessões de contação de histórias, brincadeiras para as crianças, intervenção artística com o Grupo Circo Lúdico, leitura de poesias e apresentações de dança e de coral, todas no palco principal do evento. Além disso, 12 escritores ainda participam de bate-papo e sessões de autógrafos no sábado e no domingo.

- O encontro de quem escreve com quem lê é muito importante. Existe um endeusamento dos escritores, como se eles fossem criaturas de outro planeta, quando são apenas pessoas com o dom de transformar histórias em literatura - afirma Sueli.

Entre os autores presentes na Feira neste fim de semana estão o joinvilense Borges de Garuva, que acaba de lançar Teatro: Cinco Textos, e participa do bate-papo Dramaturgia como Literatura; a carioca Luciana Costa, com o infantojuvenil Uma Orquestra Especial; que aborda deficiências físicas, visuais e auditivas de forma lúdica; a blumenauense Urda Klueger, que apresenta seu novo livro, No Tempo da Ana Bugra; e Quésia Cunha, de Florianópolis, com o infantil As Estrelas da Vila do Luar.

Agende-se:

O quê: 13ª Feira do Livro de Joinville

Quando: sábado, das 9 às 22 horas; e domingo, das 9 às 20 horas

Onde: Expocentro Edmundo Doubrawa, no Centreventos Cau Hansen (avenida José Vieira, 315)

Quanto: gratuito

Confira outras notícias de Joinville e região

Colunistas