nsc

publicidade

História

Saiba como Joinville vota para presidente da República

Eleitores não acompanharam as escolhas feitas pelo País em duas vezes

27/09/2014 - 10h46 - Atualizada em: 27/09/2014 - 11h04

Compartilhe

Por Redação NSC
Na avaliação de professor de sociologia, o eleitor joinvilense costuma preferir o conservadorismo
Na avaliação de professor de sociologia, o eleitor joinvilense costuma preferir o conservadorismo
(Foto: )

Desde 1989, quando as eleições diretas foram retomadas no Brasil, em apenas duas disputas _ em 2006 e 2010 _ o eleitorado joinvilense destoou do restante do País. Nas demais, os escolhidos pelos brasileiros foram os mesmos em Joinville.

Na primeira, em 2006, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à reeleição para presidente, foi derrotado por Geraldo Alckmin (PSDB) no primeiro turno (confira o número ao lado). No segundo turno, Alckmin repetiu a dose, foi o mais votado na cidade, mas Lula levou a melhor no País.

Em 2010, os joinvilenses voltaram a escolher pelo candidato do PSDB na disputa presidencial. José Serra obteve pouco mais de 50% dos votos no primeiro turno em Joinville, enquanto Dilma Rousseff ficou pra trás. No segundo turno, a diferença ficou ainda maior: Serra recebeu 63% dos votos contra 36% de Dilma.

Na avaliação do professor de Sociologia e Ciência Sociais da Univille, Belini Meurer, o eleitor joinvilense costuma preferir o conservadorismo.

- Um candidato com pensamento conservador tem mais chances de conquistar o eleitorado de Joinville. Na hora em que se apresenta um candidato com ideias e propostas incomuns, ele tende a não ser aceito na cidade - afirma.

Conforme Meurer, quando Joinville foi fundada, em 1851, até as primeiras décadas do século 20, a cidade não era tão conservadora. Prova disso, foi a participação do município na greve geral da indústria e do comércio, em 1917, diz o professor. No entanto, a partir das décadas de 40 e 50, Joinville começou a atrair em grande quantidade moradores do interior do Estado, do Rio Grande do Sul e do Paraná. Muitos deles viviam no campo e em cidades pequenas.

- Foram essas pessoas que deram a Joinville uma característica conservadora. A gente costuma dizer: você pode até sair do campo, mas o campo não sai de você. Quem mora no campo sempre vê a mesma paisagem, o mesmo rio, tem a mesma rotina. As pessoas de cidades grandes estão mais abertas a mudanças - argumenta.

A professora e cientista social da Univille, Eleide Abril Gordon Findlay, concorda em partes com a tese de Meurer. Segundo ela, Joinville não é tão conservadora.

- Tanto que elegeu um prefeito do PT, o Carlito (Merss). A maioria do eleitorado é conservador, mas também há uma parcela progressista - defende.

A cientista social argumenta que os joinvilenses são mais conservadores nas relações sociais, mas adotam um discurso progressista quando o assunto é economia. Em relação as escolhas feitas pelos joinvilenses nas eleições de 2006 e 2010, a professora atribui os fatos à força política do senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB), que tem base na cidade.

- O Luiz Henrique não apoiou nem o Lula e nem a Dilma nas duas eleições. Na primeira eleição, ele ainda era o governador e tinha coligação com o PSDB. Muito do posicionamento dele explica o posicionamento do eleitorado de Joinville - observa.

:: ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS ::

Joinville votou igual ao Brasil

1989

1º turno

Brasil

Fernando Collor (PRN) - 20.607.936 (30,57%)

Lula (PT) - 11.619.816 (17,18%)

Joinville

Fernando Collor (PRN) - 49.982 (28,41%)

Lula (PT) - 26.820 (15,24%)

2º turno

Brasil

Fernando Collor de Mello (PRN) - 35.089.998 (53,04%)

Lula (PT) - 31.076.364 (46,96%)

Joinville

Fernando Collor (PRN) - 95.424 (56,69%)

Lula (PT) - 72.898 (43,30%)

1994

1º turno

Brasil

Fernando Henrique Cardoso (PSDB) -34.364.961 (54,27%)

Lula (PT) - 17.122.127 (27,04%)

Joinville

Fernando Henrique Cardoso (PSDB) - 68.624 (37,17%)

Lula da Silva (PT) - 58.169 (31,58%)

1998

1º turno

Brasil

Fernando Henrique Cardoso (PSDB) - 35.936.540 (53,06%)

Lula (PT) - 21.475.218 (31,71%)

Joinville

Fernando Henrique Cardoso (PSDB) - 104.429 (53,15%)

Lula (PT) - 71.031 (36,15%)

*Não houve segundo turno

2002

1º turno

Brasil

Lula (PT) - 39.455.233 (46,47%)

José Serra (PSDB) - 19.705.445 (23,19%)

Joinville

Lula (PT) - 140.160 (57,02%)

José Serra (PSDB) - 54.666 (22,24%)

2º turno

Brasil

Lula (PT) - 52.772.475 (61,28%)

José Serra (PSDB) - 33.356.860 (38,72%)

Joinville

Lula (PT) - 160.000 (67,41%)

José Serra (PSDB) - 77.320 (32,58%)

Joinville votou diferente do Brasil

2006

1º turno

Brasil

Lula (PT) - 46.662.365 (48,61%)

Geraldo Alckmin (PSDB) - 39.968.369 (41,64%)

Joinville

Geraldo Alckmin (PSDB) - 145.612 (54,98%)

Lula (PT) - 91.268 (34,46%)

2º turno

Brasil

Lula (PT) - 58.295.042 (60,83%)

Geraldo Alckmin (PSDB) - 37.543.178 (39,17%)

Joinville

Geraldo Alckmin (PSDB) - 139.588 (53,67%)

Lula (PT) - 120.474 (46,32%)

2010

1º turno

Brasil

Dilma Rousseff (PT) - 47.651.434 votos (46,91%)

José Serra (PSDB) - 33.132.283 (32,61%)

Joinville

José Serra (PSDB) -145.858 (50,28%)

Dilma Rousseff (PT) - 85.492 (29,47%)

2º turno

Brasil

Dilma Rousseff (PT) - 55.752.529 (56,05%)

José Serra (PSDB) - 43.711.388 (43,95%)

Joinville

José Serra (PSDB) - 178.754 (63,14%)

Dilma Rousseff (PT) - 104.336 (36,85%)

Deixe seu comentário:

publicidade