nsc
hora_de_sc

publicidade

Seleção

Saiba o que pode cair na prova para o concurso da prefeitura de Florianópolis

Prova ocorre no próximo domingo (17), na Capital de SC e em outros três municípios da região

12/11/2019 - 18h59 - Atualizada em: 12/11/2019 - 19h00

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
São 49,8 mil inscritos para a etapa inicial
São 49,8 mil inscritos para a etapa inicial
(Foto: )

A prova do concurso público para a prefeitura de Florianópolis será realizada no próximo domingo (17), na Capital de Santa Catarina e em outros três municípios da região: São José, Palhoça e Biguaçu. São 49,8 mil inscritos para a etapa inicial que definirá os aprovados — alguns cargos incluem, também, o teste prático. As vagas são para pessoas com ensino fundamental, médio e superior, com salários entre R$ 1.189,09 e R$ 14.081,99.

Até lá, os candidatos ainda têm alguns dias para se preparar. O primeiro passo para quem deixou os estudos para última hora é conhecer a banca responsável por aplicar a prova. Neste caso, a responsabilidade é da Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese).

Os temas gerais são abordados na maioria dos concurso e também serão cobrados na prova da prefeitura, independentemente do cargo. Vale dar atenção especial à língua portuguesa e aos aspectos históricos, geográficos, econômicos e culturais. Também estarão presentes conteúdos que exigem noções de informática e raciocínio lógico/matemática.

Em relação à matemática, é importante estar familiarizado com o conteúdo a mais tempo. A prática com os cálculos deve ajudar quem se preparou. Já sobre a informática, vale conferir provas anteriores da banca.

Veja algumas dicas que podem ajudar na prova

• Língua Portuguesa

De acordo com histórico de provas aplicadas pela Fepese, a banca avaliadora tem como costume cobrar reforma ortográfica, sobretudo regras de acentuação e hífen. Concordância e regência verbal, também são regras recorrentes.

A redação oficial é uma etapa da prova que não deve faltar. Independente do tema, há algumas características que são obrigatoriamente cobradas, segundo Manual de Redação da Presidência da República.

Com base no manual, não pode faltar na escrita clareza e precisão, objetividade, concisão, coesão e coerência, impessoalidade, formalidade e padronização e o uso da norma padrão da língua portuguesa. O manual pode ser baixado neste link.

• Aspectos históricos, geográficos, econômicos e culturais

Já em relação aos aspectos gerais, a banca tem como característica ser objetiva e abordar, em maior número, os fatos locais. Nomes de pessoas que têm ou tiveram relevância para o Estado e o município, além de datas e fatos considerados importantes na cidade.

Assim, é indispensável fazer uma pesquisa sobre a história de Santa Catarina, desde a sua criação. A cultura açoriana também pode estar presente na prova, já que o concurso é de Florianópolis, bem como, alguns fatos nacionais, que sempre aparecem entre questões de conhecimento geral.

Confira os temas de estudo e a pontuação em cada escolaridade

Nível superior

- Língua Portuguesa: 10 questões com pontuação máxima de 1,0 ponto

- Aspectos históricos, geográficos, econômicos e culturais: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Noções de informática: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Raciocínio Lógico: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Legislação municipal: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Conhecimentos específicos do cargo: 20 questões com pontuação máxima de 7,0 pontos

Nível médio

- Língua Portuguesa: 10 questões com pontuação máxima de 1,0 ponto

- Aspectos históricos, geográficos, econômicos e culturais: 5 questões com pontuação máxima de 0,25 ponto

- Noções de informática: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Raciocínio Lógico: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Legislação municipal: 5 questões com pontuação máxima de 0,25

- Conhecimentos específicos do cargo: 15 questões com pontuação máxima de 7,50 pontos

Nível fundamental

- Língua Portuguesa: 5 questões com pontuação máxima de 1,0 ponto

- Aspectos históricos, geográficos, econômicos e culturais: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Noções de Segurança no Trabalho: 5 questões com pontuação máxima de 1,0 ponto

- Matemática Básica: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Conhecimentos específicos do cargo: 10 questões com pontuação máxima de 7,0 pontos

Magistério

- O conteúdo programático específico para cada função pode ser consultado no anexo 3 do edital.

- Língua Portuguesa: 10 questões com pontuação máxima de 1,0 ponto

- Temas de Educação: 10 questões com pontuação máxima de 1,0 ponto

- Conhecimentos específicos do cargo: 20 questões com pontuação máxima de 7,0 pontos

Médico da família

- O conteúdo programático específico para cada função pode ser consultado no anexo 3 do edital.

- Língua Portuguesa: 10 questões com pontuação máxima de 1,50 ponto

- Aspectos históricos, geográficos, econômicos e culturais: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Legislação Municipal: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Conhecimentos específicos do cargo: 30 questões com pontuação máxima de 7,50 pontos

Enfermeiro e odontólogo

- Língua Portuguesa: 10 questões com pontuação máxima de 1,50 pontos

- Aspectos históricos, geográficos, econômicos e culturais: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Legislação Municipal: 5 questões com pontuação máxima de 0,50 ponto

- Conhecimentos específicos do cargo: 30 questões com pontuação máxima de 7,50 pontos

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade