nsc

publicidade

SETEMBRO VERMELHO

Saiba quais alimentos ajudam a prevenir doenças cardiovasculares

Em 10 anos mortes por hipertensão cresceram 68% em Santa Catarina, de acordo com o DataSus

19/09/2019 - 12h56 - Atualizada em: 19/09/2019 - 13h02

Compartilhe

Por Camila Levien
(Foto: )

O número de mortes por hipertensão cresceu 68% entre 2007 e 2017 em Santa Catarina. O valor passou de 944 para 1591 ocorrências e a região onde nota-se o maior número de casos se concentra no Planalto Norte e Nordeste, com 21,8% do total de casos segundo a série histórica do Datasus. Em Florianópolis 20,8% da população acima de 18 anos confirma ter hipertensão e no caso da diabetes 6,5%. Os dados fazem parte do inquérito de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por inquérito telefônico (Vigitel), um levantamento do MS realizado em todas as capitais do país.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo. Estima-se que 17,7 milhões de pessoas morreram por doenças cardiovasculares em 2015, representando 31% de todas as mortes em nível global.

A estimativa da Associação Americana de Cardiologia é que três em cada quatro pessoas que sofrem o primeiro AVC têm hipertensão. O médico neurocirurgião, Jorge Moritz, aponta o sedentarismo, como um dos fatores responsáveis para diminuir a capacidade cardiovascular facilitando o surgimento dessa condição junto a outras como obesidade, diabetes.

— Há uma tendência ao aumento de incidência por conta dos fatores de risco criados pela sociedade moderna: estresse, ansiedade e muito tempo sentados no trabalho. O ideal seria que houvesse um trabalho forte e agressivo na prevenção, pois praticamente todos os fatores são tratáveis ou preveníveis com mudanças na rotina. — comenta Jorge

Essas informações são o motivo deste mês ser intitulado Setembro Vermelho, para prevenção de doenças cardiovasculares e podem ser prevenidos com a ajuda de uma dieta saudável. A nutricionista Anauã Franco, ressalta que vários alimentos podem ser incluídos facilmente na dieta favorecendo os cuidados com o coração como as oleaginosas.

— Eu costumo recomendar que a pessoa coma uma pequena porção de amêndoas ou castanhas no lanche da tarde ou manhã. Eles são especialmente ricos em gorduras monoinsaturadas e polinsaturadas, que são positivos para os níveis de lipídios sanguíneos, o que é fundamental para reduzir o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. — afirma Franco

A nutricionista dá também dicas de outros quatro alimentos de fácil acesso que podem ajudar a manter a saúde do coração.

Conheça quatro alimentos que ajudam a prevenir doenças cardiovasculares

1- Cúrcuma (Açafrão)

Cúrcuma é fonte de vitamina B6, um importante nutriente para a proteção do coração.
Cúrcuma é fonte de vitamina B6, um importante nutriente para a proteção do coração.
(Foto: )

Da mesma família do gengibre, o tempero possui cor alaranjada intensa e é conhecido também por açafrão. O sabor é típico, picante e amargo, ao mesmo tempo dando origem a temperos como o curry, popular na culinária indiana, e ao molho de mostarda. Têm entre suas propriedades uma substância capaz de eliminar uma quantidade maior de colesterol ruim (o LDL) do nosso sangue. Além disso, é fonte de vitamina B6, um importante nutriente para a proteção do coração.

2- Alho

Alho auxilia na prevenção de infartos e derrames
Alho auxilia na prevenção de infartos e derrames
(Foto: )

Quem come alho diariamente apresenta uma melhor função endotelial. Isso significa que os vasos sanguíneos teriam maior facilidade para dilatar. A descoberta foi feita na Universidade de Hong Kong, na China, quando pesquisadores analisaram 125 pacientes que haviam sofrido um derrame e investigaram sua rotina alimentar, dando atenção especial aos vegetais como alho, a cebola, a cebolinha e o alho-poró, o que contribui para a prevenção de um infarto ou de um derrame

3- Chá Verde

Chá Verde é contém quantidades consideráveis de manganês, potássio, ácido fólico e vitamina C
Chá Verde é contém quantidades consideráveis de manganês, potássio, ácido fólico e vitamina C
(Foto: )

É uma boa fonte de antioxidantes, polifenóis e flavonoides que mantêm as artérias mais flexíveis, suavizando os impactos das constantes mudanças da pressão arterial. Para sentir esse efeito, é necessário consumir ao menos três xícaras da bebida por dia. O chá verde também contém quantidades consideráveis de manganês, potássio, ácido fólico, vitamina C, vitamina K, vitamina B1 e a vitamina B2, nutrientes que são essenciais para o bom funcionamento do organismo.

4- Açaí

Açaí é rico em fitoquímicos
Açaí é rico em fitoquímicos
(Foto: )

O açaí é rico em fitoquímicos com uma boa propriedade de prevenção cardiovascular. É rico em proteínas, gordura vegetal, vitaminas (B1, C e E), minerais, fibras, etc. Além disso, grande quantidade de gordura presente, corresponde em grande parte a gorduras monoinsaturadas (60%) e poli-insaturadas (13%), que auxiliam na redução do colesterol ruim (LDL) e melhoram o HDL (colesterol bom). Entretanto, a nutricionista ressalta que para usufruir dos benefícios é preciso ingerir o açaí puro, sem adição frutas e especialmente xaropes ou adoçantes, normalmente encontrados em locais que vendem o produto.

Deixe seu comentário:

publicidade