nsc
    dc

    Peça curinga

    Saiba quais são os modelos de sofás mais desejados do mercado

    Indústria aposta cada vez mais no casamento entre design e conforto para atender exigentes consumidores

    27/08/2014 - 04h01 - Atualizada em: 24/07/2019 - 17h11

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Da grife italiana Natuzzi, este é o sofá desejado pelos famosos. Todo em couro, tem sofisticado sistema de articulação para se tornar chaise longue com conforto e praticidade. Da loja Bellacatarina
    Da grife italiana Natuzzi, este é o sofá desejado pelos famosos. Todo em couro, tem sofisticado sistema de articulação para se tornar chaise longue com conforto e praticidade. Da loja Bellacatarina
    (Foto: )

    Ele é ao mesmo tempo espaço de convivência e de descanso. Serve tanto para assistir à televisão e relaxar quanto para receber os amigos. Há quem tenha o hábito de fazer as refeições nele, abrindo mão da mesa posta. Peça básica em qualquer residência, um belo sofá faz toda a diferença na hora de compor a decoração.

    Além de emprestar sensação de aconchego e conforto ao ambiente, em muitos casos é o sofá quem dá o tom estético a ser seguido no décor.

    No mercado do design de luxo, alguns estofados atingem facilmente o preço de um carro popular zero, dependendo do valor agregado à peça. Por isso a indústria se preocupa cada vez mais em criar produtos de altíssima tecnologia - do tecido do revestimento ao minúsculo parafuso da estrutura.

    - O público está exigente nesse mercado. Há uma procura constante por aliar conforto visual ao conforto pessoal. Uma das tendências recentes que observamos é o uso de tecidos mais encorpados, com maior gramatura, e uma preocupação crescente com a sustentabilidade envolvida no produto - descreve o diretor da Larco em Santa Catarina, Alfredo Vanelli.

    Quanto ao tamanho, os fabricantes esclarecem que boa parte dos modelos disponíveis nos catálogos podem ser adquiridos em diferentes arranjos: dois ou três lugares, com ou sem formato de L etc. - mas o público A geralmente opta por combinações a partir dos 2,20 metros de comprimento, o que revela que, mesmo com a tendência dos apartamentos ficarem cada vez mais compactos, o mercado de luxo continua valorizando sofás grandes.

    - Tem se observado em todo o mundo, principalmente nos grandes centros, uma tendência cada vez maior das pessoas permanecerem por mais tempo dentro de suas casas, recebendo os amigos para assistir a um bom filme ou para um jantar. Podemos dizer que esse comportamento também é provocado pelo sentimento de insegurança e dificuldade na mobilidade nas cidades. Neste contexto, a casa é lugar de encontro, de conforto e deve oferecer praticidade no dia a dia - observa o representante da italiana Natuzzi Editions em Santa Catarina, Reinaldo Gorjão.

    Supergeneroso é SOFÁ DAS CELEBRIDADES, oferecido em diferentes tonalidades. Da Natuzzi, encontrado na loja Bellacatarina

    Foto: FELIPE CARNEIRO

    Preferências diferem em cada região

    Para além das tendências internacionais da indústria, os fabricantes também observam que, dentro do Brasil, há diferenças notáveis no padrão de consumo de estofados nas diferentes regiões do Brasil. No Sul, a preferência é por revestimentos de cores escuras e móveis mais robustos, com encosto alto. Também é grande a procura pelas peças retráteis.

    - O Brasil é praticamente regional em modelagem. Em Salvador, por exemplo, trabalhamos com uma estrutura mais light e cores em torno do cinza e do bege, não muito claros. Outra questão interessante é que, enquanto a maior parte das pessoas vai para a Itália buscar modelos, nós concluímos que, para nós, funciona melhor trabalhar em cima do que acontece na Espanha - explica Izabel Carvalho, diretora da Elos Estofados, empresa situada em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul.

    Entre os fatores que ligam a localização geográfica ao estilo dos estofados está o clima. Se é mais frio, a preferência é por tecidos mais marcantes, como o couro e o veludo. Apesar da enorme evolução por que passaram e continuam passando - não apenas no âmbito da indústria, mas também no papel que desempenham dentro do mobiliário - o sofá faz parte da história humana há milênios. Sua origem remonta à antiguidade, quando os reis árabes passaram a utilizar tronos para descansar e receber os súditos. Hoje eles continuam cumprindo o papel de transformar ambientes internos em espaços de socialização.

    Esta é uma VERSÃO ESCURA do sofá das celebridades. O modelo ambientou o Office do Curador de Artes, projeto do escritório Theis Girardi, na Mostra Casa Nova 2013 em Florianópolis. Custa aproximadamente R$ 30 mil

    Foto: RICARDO WOLFFENBÜTTEL

    Modelos para socializar

    O sofá é uma daquelas peças curinga na decoração de interiores. Até escolhermos o

    ideal leva um certo tempo, já que o móvel costuma exigir um certo investimento. Se você anda de olho à procura de um, que tal algumas ideias? Selecionamos aqui seis modelos que acompanham as novas tendências e tecnologias

    O sofá B856 (acima) oferece conforto incomparável. Da Entreposto Casa&Ideias

    Foto: NATUZZI EDITIONS, DIVULGAÇÃO

    Este é o B852. Assim como o B856, é encontrado em múltiplas versões e revestimentos disponíveis, inclusive, modernas opções com mecanismos elétricos de encostos e assentos. Da loja Entreposto Casa&Ideias

    Foto: NATUZZI EDITIONS, DIVULGAÇÃO

    A linha Wave surgiu inspirada nas formas arredondadas de uma onda. O encosto curvo, delgado e elegante contorna a estrutura e cria um berço de conforto. Da Larco

    Foto: GIL PASSOS, DIVULGAÇÃO

    A linha Bronze, da catarinense Larco, é formada por peças com desenho escultural, que lembram as facetas do Concretismo

    Foto: GIL PASSOS, DIVULGAÇÃO

    O sofá Donet, da Elos Estofados, tem espuma com densidade de 26cm e camada hipersoft

    Foto: ELOS ESTOFADOS, DIVULGAÇÃO

    Miroto é uma peça de TRÊS LUGARES com a opção de chaise-longue. Os pés são de alumínio Da Elos Estofados

    Foto: ELOS ESTOFADOS, DIVULGAÇÃO

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Entretenimento

    Colunistas