nsc
nsc

Cuidados

Saiba quais são os principais exames e vacinas para manter a saúde em dia

Santa Luzia, laboratório da Dasa em Florianópolis, acompanha tradição de saúde e bem-estar da cidade com serviço de qualidade e tecnologia

28/07/2022 - 10h43

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Santa Luzia é um dos laboratórios mais bem conceituados da Grande Florianópolis
Santa Luzia é um dos laboratórios mais bem conceituados da Grande Florianópolis
(Foto: )

Florianópolis é o município com os melhores índices de saúde do Brasil, de acordo com o levantamento Desafios dos Municípios, publicado em 2021. O estudo avalia as 100 maiores cidades brasileiras em 15 indicadores do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), como mortalidade infantil, desnutrição, obesidade, entre outros.

Além disso, a capital catarinense também já teve destaque em outras pesquisas relacionadas à saúde e bem-estar: foi eleita a capital com o maior percentual de adultos praticantes de atividades físicas regularmente (44%), e com a maior proporção de adultos que consomem frutas e hortaliças pelo menos cinco vezes por semana (30%). Os dados são da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), 2014.

> Maiores cidades de SC têm menos de 1% das crianças de 3 e 4 anos vacinadas contra a Covid

Segundo a Dra. Myrna Campagnoli, diretora médica do Santa Luzia, laboratório da Dasa, a maior rede de saúde integrada do Brasil, é comum observar altos padrões de saúde e bem-estar na população de cidades litorâneas.

— Exercitar-se e ter uma boa alimentação fazem parte do dia a dia de muitas pessoas que moram em praias. Essas atitudes são fundamentais, mas não podemos nos esquecer de manter a rotina de saúde em dia, com visitas regulares ao médico, além de exames e vacinas sempre atualizados — afirma.

Para incentivar e conscientizar a população sobre esses cuidados, o Santa Luzia, um dos laboratórios mais bem conceituados da Grande Florianópolis, oferece serviços de qualidade, com tecnologia de ponta e equipe altamente especializada.

Vacinas

O Brasil tem registrado índices insatisfatórios de imunização nos últimos dez anos – é o que apontam dados do DATASUS, plataforma do Ministério da Saúde. De acordo com os levantamentos, o índice mais baixo de vacinação desde 2012 foi registrado em 2016: 50,4%. Em 2021, a porcentagem foi de 60,7%. Mesmo com o aumento, o número ainda fica longe da taxa ideal que varia entre 90% e 95%. Isso faz com que a população fique mais vulnerável a doenças infecciosas – inclusive já eliminadas – e que podem apresentar quadros graves, sequelas e até a morte.

— Quem ainda tiver dúvidas sobre a atualização da carteirinha de vacinação, pode levá-la até a unidade mais próxima do Santa Luzia para que a equipe do laboratório avalie e faça as doses necessárias para proteger o paciente e, consequentemente, toda a população — aconselha a diretora médica.

Manter a carteirinha de vacinação em dia é essencial para quem vive o dia a dia da cidade e pode evitar doenças como varicela, catapora e coqueluche – ainda mais frequentes na alta temporada. A imunização correta também previne doenças causadas por acidentes com ferimentos, como o tétano. O Santa Luzia oferece um portfólio completo de vacinas na capital, nas unidades Matriz, Lauro Linhares, Estreito e Ingleses II. O paciente também pode optar pela aplicação de imunizantes pelo atendimento móvel – uma equipe totalmente preparada vai até o seu local de preferência na Grande Florianópolis.

Exames de análises clínicas

Recomenda-se anualmente realizar a avaliação completa da saúde para diagnosticar precocemente possíveis doenças. Os pacientes que tenham algum problema ou pré-disposição para determinadas doenças devem fazer esse check-up de acordo com a recomendação do médico de preferência. Os exames de análises clínicas são partes fundamentais dessa avaliação. Os principais exames são:

Hemograma

O exame analisa informações sobre tipos e quantidades dos componentes do sangue, como glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. Alterações nos números de referência podem significar problemas de saúde que devem ser investigados.

Glicemia

Exame feito em jejum que tem como objetivo medir o nível de glicose no sangue. O resultado pode identificar casos de diabetes e pré-diabetes, sendo fundamental também para o controle da doença em quem já possui o diagnóstico.

Colesterol e triglicerídeos

Exame de sangue que mede os níveis de gordura na corrente sanguínea. O aumento da gordura no sangue pode causar entupimento dos vasos sanguíneos que, por sua vez, é a principal causa de infarto e derrame.

Ureia e creatinina

Avalia a função renal e pode identificar alterações e problemas nos rins precocemente.

Exames de urina

A coleta de urina permite que o laboratório analise de forma microscópica as células e bactérias presentes na urina que são capazes de causar doenças. A avaliação deve ser feita em conjunto com resultados dos exames de sangue para identificar possíveis problemas na saúde.

— O Laboratório Santa Luzia conta com esses e vários outros exames essenciais para o cuidado e a rotina de saúde dos pacientes, que também podem optar pela coleta móvel — afirma Dra. Myrna Campagnoli.

Atendimento móvel como tendência na saúde

O atendimento móvel já era uma modalidade disponível no Santa Luzia, mas foi impulsionado pela pandemia. O serviço, que permite que o profissional vá até o local de preferência do paciente para colher exames e aplicar vacinas, registrou um aumento de 50% entre 2020 e 2021 no laboratório.

> Paciente é curado do HIV após transplante de células-tronco nos Estados Unidos

Segundo a Dra. Myrna Campagnoli, a tendência acompanha a preocupação dos pacientes em relação a ambientes em que possam ser expostos a vírus e bactérias, pois permite que o serviço de saúde seja realizado fora do ambiente hospitalar, em um espaço amigável, confortável, conhecido e sem estresse – e possibilita a individualização do atendimento.

Para a especialista, o atendimento móvel amplia a acessibilidade à saúde.

— Pacientes portadores de limitações físicas ou necessidades especiais, como pessoas com autismo, por exemplo, evitam ir aos laboratórios para realizar os exames necessários por insegurança — conta.

— Permitir o atendimento à saúde em espaços que se sintam confortáveis e seguros é fundamental para garantir a rotina de cuidados de todos — continua a doutora.

Como agendar?

Para agendar seus exames e vacinas nas unidades do Laboratório Santa Luzia, ou para solicitar o atendimento móvel para coleta e aplicação de doses, basta entrar no site www.sluzia.com.br ou ligar para (48) 3952-4200. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 6h às 20h; e sábado e domingo, das 6h às 13h.

Conheça os outros serviços do Santa Luzia no site.

Leia também

SC confirma transmissão local da varíola dos macacos

Tipos de manchas na pele: conheça cada um deles e saiba como tratar

SC tem mais de 90% dos leitos de UTI ocupados há três meses

Colunistas