nsc
dc

Por causa da neblina

Salgado Filho reabre totalmente para pousos e decolagens

Foram oito voos cancelados e 25 atrasados na manhã desta quarta-feira

28/05/2014 - 06h29 - Atualizada em: 28/05/2014 - 07h27

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Depois de cerca de três horas fechado devido a neblina que atingiu a zona norte de Porto Alegre, o Aeroporto Salgado Filho reabriu completamente para pousos e decolagens nesta quarta-feira.

Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), os pousos foram cancelados a partir das 6h06min, comando três cancelamentos e 11 atrasos. Por volta das 9h40min, a situação estava normalizada. Já para decolagens pararam às 7h30min, reabrindo às 8h05min, após cinco voos cancelados e 14 atrasados.

Leia mais:

Junho de 2013 teve o maior período do Aeroporto Salgado Filho fechado pela neblina nos últimos cinco anos

Sistema que melhora operações em nevoeiro é dúvida para a Copa

Tempo parado

Ao todo, o Salgado Filho fechou 15.454 minutos, o equivalente a 259 horas ou dez dias, nos últimos 12 anos (veja nos gráficos abaixo) em maio.

Create Infographics

Atualmente, o Salgado Filho dispõe do Sistema de Pouso por Instrumentos Categoria 1 (ILS 1, na sigla em inglês). O plano é atender a uma reivindicação de 16 anos implantando o ILS 2, que amplia as condições de pouso e decolagem com baixa visibilidade.

Entenda o que fazem os aparelhos ILS

O ILS 1, equipamento existente no Salgado Filho, é o mais limitado dos três. Exige maior visibilidade vertical e horizontal.

O ILS 2 permite operações em condições menos favoráveis. Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro têm esse tipo.

O ILS 3 permite operações sem visibilidade. No aeroporto de Heathrow (Londres), por exemplo, o piloto consegue pousar praticamente às cegas.

Colunistas