nsc

publicidade

Portal

São Francisco do Sul cancela evento oficial de Carnaval

Confirmado há uma semana, evento foi cancelado para evitar gastos públicos que possam comprometer pagamento de salários dos servidores

07/02/2017 - 05h41

Compartilhe

Por Redação NSC

Depois de Joinville, São Francisco do Sul também divulgou que cancelará o evento de Carnaval. O São Chico Folia 2017 havia sido confirmado há uma semana, para ocorrer entre os dias 24 e 28 de fevereiro, com desfile não competitivo entre as escolas, mas uma segunda notificação recomendatória do Ministério Público de Contas de Santa Catarina foi encaminhada ao prefeito Renato Gama Lobo.

Além de citar a situação financeira dos municípios - a recomendação era não realizar qualquer gasto público que possa comprometer pagamento de salários, fornecedores ou repasses para saúde, educação e segurança - o documento cita programa da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Lazer que destina recursos do Fundo Estadual de Incentivo ao Turismo, ao qual a Prefeitura de São Francisco aderiu para receber recursos para o evento.

Confira mais notícias de Joinville e região.

A expectativa era receber cerca de R$ 300 mil do Estado, e a Prefeitura disponibilizaria, via Fundação Cultural e iniciativa privada, R$ 60 mil, para a contratação da Liga das Escolas de Samba.Agora, a Prefeitura informará o Estado que a verba do programa não será mais necessária.

Prioridade para o Hospital Infantil

O novo secretário estadual de Saúde, Vicente Caropreso, participou ontem de reunião com a diretoria do Hospital Infantil e se comprometeu a priorizar o atendimento a crianças e adolescentes, além de potencializar os serviços de alta complexidade. À tarde, ele passou pelas obras do Hospital Regional e da Maternidade Darcy Vargas, além de participar de uma reunião na Prefeitura. O prefeito entregou uma atualização dos valores relativos aos repasses de recursos em atraso por parte do Fundo Estadual de Saúde (R$ 5.437.165,41), conta relativa a janeiro de 2015 até dezembro de 2016 e diz respeito à Farmácia Básica estadual.

Vetos na Câmara

Foram definidos os relatores dos vetos parciais ao projeto da Lei de Ordenamento Territorial (LOT) e ao PL 420/2014, que coíbe o transporte clandestino de passageiros. O veto parcial ao projeto da LOT será relatado pelo vereador Claudio Aragão (PMDB). Um deles atinge os artigos que exigem adequação de construções a regras de acessibilidade para a emissão de alvará de conclusão de obra e de funcionamento, e o outro é a permissão de uso do recuo frontal para cobertura de estacionamento em geminados.

Já a relatoria do veto parcial ao PL 420/2014 caberá ao vereador Maurício Peixer, cujos trechos excluídos do projeto original condicionavam a liberação do veículo retido ao pagamento de multas.

Vinda do secretário de Defesa Civil

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Renato Newton Ramlow, deve vir a Joinville na sexta-feira. O convite foi feito pelo deputado federal Mauro Mariani (PMDB) e pelo senador Dário Berger (PMDB). A agenda contempla visitas a pontos que sofreram o impacto das fortes chuvas que ocorreram na cidade em 30 de janeiro, além de análise da documentação enviada para a Defesa Civil. Aproximadamente 94 mil pessoas e 33 mil casas foram atingidas. A Prefeitura de Joinville decretou situação de emergência na última quinta-feira.

Deixe seu comentário:

publicidade