nsc

    Saúde

    São José aproveita Dia D contra o sarampo para orientar mulheres sobre câncer de mama

    Quatro casos suspeitos de sarampo estão sendo investigados no município. 

    18/10/2019 - 11h50 - Atualizada em: 18/10/2019 - 12h53

    Compartilhe

    Por Juliana Gomes
    Vacinação ocorre neste sábado das 8h às 17h
    Vacinação ocorre neste sábado das 8h às 17h
    (Foto: )

    Neste sábado (18), Dia D contra o sarampo, em São José, as mulheres que forem levar as crianças para se vacinar, vão receber orientações sobre a prevenção contra o câncer de mama, dentro da programação do Outubro Rosa.

    Ainda não há casos confirmados de sarampo no município, mas em Santa Catarina, são 34 pessoas com a doença, segundo o boletim mais recente da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Dive/SC), divulgado na última segunda-feira (14).

    Metade dos casos está concentrada na Capital, são 17 registros. O sarampo é uma doença viral extremamente contagiosa. Segundo a Dive, o vírus se espalha facilmente pelo ar através da respiração, tosse ou espirros, e pode ficar até duas horas no ambiente.

    O Dia D ocorre em todo país, como parte da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, que segue até o dia 25 de outubro em todo país, para imunizar crianças de 6 meses a menores de 5 anos.

    Investigação

    Conforme a secretária de saúde de São José Sinara Simioni, todo esforço do município é para fazer a detecção precoce e evitar que o vírus circule.

    - Temos quatro casos suspeitos de sarampo, dois são inconclusivos, estão aguardando nova coleta. Temos um confirmado, mas por protocolo da Dive, está aguardando a confirmação da Fiocruz, porque é feito um novo exame para confirmar. Há um caso que ainda está em investigação - relatou.

    Os principais sintomas do sarampo são: febre, tosse, coriza, aparecimento de manchas vermelhas no corpo e olhos avermelhados. Conforme Sinara Simioni, a população será atendida das 8h às 17h, tanto para atualização vacinal quanto para imunização do sarampo.

    - Nós vamos aproveitar o Dia D para o Outubro Rosa. Vamos fazer uma ação de atendimento às mulheres. Como a mãe leva a criança para imunizar, o profissional já vai aproveitar e fazer esse trabalho com a mulher também - afirmou.

    Combate

    Para receber a vacina nos postos de saúde, adultos e crianças devem apresentar a carteira vacinal.

    - Nela será verificado se ela já tomou uma dose, como está essa carteira. A gente pede que leve, porque é a partir dela que o profissional consegue verificar se ela está com as vacinas em dia ou não. Ah, eu não lembro... Então, o profissional vai fazer naquele momento a atualização - explicou.

    A segunda fase da campanha começa no dia 18 de novembro e se concentra em pessoas com idade entre 20 e 29 anos.

    Dentro do Outubro Rosa, neste sábado, as mulheres podem fazer exames preventivos, consulta de enfermagem, odontologia e receber orientações sobre como proceder durante o autoexame.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas