nsc
dc

Pandemia

SC proíbe eventos ao ar livre sem controle do público para conter Covid-19

Um dos motivos para as novas medidas é o alerta para a transmissão da variante Ômicron, segundo a SES

30/11/2021 - 19h13 - Atualizada em: 01/12/2021 - 05h50

Compartilhe

Luana
Por Luana Amorim
Decreto foi publicado nesta terça-feira (30) no Diário Oficial
Decreto foi publicado nesta terça-feira (30) no Diário Oficial
(Foto: )

Grandes eventos ao ar livre sem controle de público, como as festas e shows, estão proibidos em Santa Catarina. É o que diz nova portaria publicada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta terça-feira (30). A medida pode impactar na programação do Réveillon 2022.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

A proibição vale para festivais, apresentações musicais e outros eventos ao ar livre, que provoquem aglomerações, tenham uma estimativa de público de mais de 500 pessoas e não tenham condições de implantar o protocolo de "Evento Seguro". 

Um dos motivos para a medida, segundo a SES, é o alerta da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a disseminação da variante Ômicron. Dois casos foram confirmados no Brasil, em São Paulo, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira.

A portaria também reforça a obrigação dos estabelecimentos de seguirem o protocolo do Evento Seguro, que prevê a entrada de adultos com 18 anos ou mais, totalmente imunizados contra a Covid ou com teste negativo para a doença. Adolescentes de 12 a 17 anos devem ter, ao menos, a primeira dose ou o teste negativo. O uso de máscaras continua obrigatório.

Por fim, o decreto também prorroga a proibição de aglomeração de pessoas em qualquer ambiente, seja público ou privado, interno ou externo, para a realização de atividades de qualquer natureza.

Shows de fogos pode acontecer com distanciamento, diz SES

Em nota, a SES informou que, em caso de shows de fogos, entede-se que é possível manter o distanciamento mínimo permitido, sem aglomerações, e, por isso, atende às regras da portaria publicada nesta terça-feira.  

Mas, eventos como shows ou festivais, que tenham um grande público, com estimativa de mais de 500 pessoas, não estariam permitidos, já que não é possível implantar o protocolo "Evento Seguro". 

Leia também: 

Sintomas da variante Ômicron da Covid são diferentes? Veja

SC já precisou descartar 4,6 mil doses de vacinas contra a Covid; entenda os motivos

Catarinense muda rotina na África por medo da variante Ômicron: "Incerteza"

Colunistas