Alvo de denúncias desde que a Operação Esopo da Policia Federal foi deflagrada, o Ministério do Trabalho (MTE), comandado pelo catarinense Manoel Dias, firmou 55 convênios com SC desde 2007, quando o PDT assumiu a pasta.

Continua depois da publicidade

Os contratos somam R$ 92,8 milhões, de acordo com dados do Portal Transparência do governo federal. Atualmente, segundo informações do site, 12 convênios estão em execução, 20 tem a prestação de contas em análise ou estão aguardando o envio de documentação e três são inadimplentes. O restante foi concluído.

Florianópolis foi a cidade que mais recebeu convênios do MTE – 21 no total. Em segundo no ranking está Brusque, onde foram firmados 11 contratos, que somados chegam a R$ 16,8 milhões. No município do Vale do Itajaí, seis dos 11 convênios foram assinados com a Associação de Desenvolvimento Regional (ADR Vale), citada entre as denúncias de irregularidades.

Segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo, uma auditoria realizada pela Controladoria-geral da União (CGU) em um dos convênios da ADR Vale apontou que a entidade não comprovou a contratação de 55 profissionais para atividades ligadas aos cursos oferecidos via convênio.

Continua depois da publicidade

De acordo com os dados do Portal Transparência, cinco dos seis contratos estão com prestação de contas em análise. Um deles já foi concluído.

A reportagem ligou para o escritório de advocacia que trabalha para a entidade, mas não conseguiu contato.

Destaques do NSC Total