nsc
dc

Vacinação

SC terá que informar lista de quem foi vacinado contra a Covid-19

TCE deu prazo de cinco dias para o envio de informações com os dados sobre as pessoas imunizadas no Estado

24/02/2021 - 13h51

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Informações devem compreender desde o início da vacinação até os dias atuais
Informações devem compreender desde o início da vacinação até os dias atuais
(Foto: )

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) de Santa Catarina deve enviar uma lista com informações sobre as pessoas que foram vacinadas contra a Covid-19. 

O pedido foi feito pelo Tribunal de Contas (TCE) do Estado na segunda-feira (22) e estabeleceu um prazo de cinco dias para o encaminhamento. São solicitados dados como CPF, grupo prioritário ao qual pertence a pessoa vacinada e qual imunizante foi aplicado.

O documento deve conter informações desde o início da vacinação contra a Covid-19, em 18 de janeiro, até agora. As listas, pede o TCE, precisam ser emitidas pelo Sistema e-SUS ou pelo Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI).

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

Além do CPF, a lista deve conter os seguintes itens: 

- Nome completo; 

- Cartão Nacional de Saúde (CNS); 

- Registro Nacional de Estrangeiro (RNE); 

- Município responsável pela vacinação; 

- Grupo prioritário ao qual pertencem os cidadãos imunizados, considerando o Plano Nacional de Imunização (PNI); 

- Data em que foi efetuada a primeira dose da vacinação, bem como da segunda dose, se for o caso, por cidadão vacinado; 

- Tipo de imunizante aplicado (Butantan/Coronavac, Oxford/Astrazeneca etc.). 

A SES informou que se manifestará dentro do prazo junto ao TCE. A pasta ressaltou que informa dados sobre a vacinação por meio do site www.coronavirus.sc.gov.br.

A vacinação em Santa Catarina começou no dia 18 de janeiro em um ato simbólico. As primeiras doses foram enviadas aos municípios no dia seguinte, 19, data a partir da qual cada cidade organizou o próprio calendário.

> Acompanhe informações sobre a vacinação em SC

Em Navegantes, no Litoral Norte Catarinense, um grupo de “fura-filas” foi identificado após uma conferência de rotina por parte da prefeitura. Segundo o município, nomes fora das faixas prioritárias, definidas pelo Ministério da Saúde, estavam na lista dos que haviam recebido o imunizante.

Conforme publicado pelo colunista Renato Igor, o Conselho Regional de Enfermagem (Coren/SC) prometeu apresentar uma “denúncia robusta” ao Ministério Público (MP-SC), de agentes públicos que estão furando a fila na campanha de vacinação em Santa Catarina. Segundo o presidente da entidade, Gelson Luiz de Albuquerque, pessoas que não atuam na linha de frente estão sendo vacinadas.

Leia mais:

Paciente com Covid-19 com oxigênio é levado em carroceria para hospital em Chapecó; veja vídeo

Mulher que reclamou de bacon no cachorro-quente deixa Florianópolis após ameaças de morte

Corpo é encontrado boiando na Praia do Matadeiro, em Florianópolis

Colunistas