nsc
    dc

    Estiagem

    Seca em SC: Casan e Estado lançam construção de adutora para distribuição de água no Oeste

    Sistema vai captar, tratar e distribuir 1,2 mil litros de água por segundo e deve ser concluído em três anos

    04/12/2020 - 07h21 - Atualizada em: 04/12/2020 - 07h51

    Compartilhe

    Fernanda
    Por Fernanda Mueller
    Adutora de 58 Km que vai levar água do Rio Chapecozinho para região de Chapecó
    Adutora de 58 Km que vai levar água do Rio Chapecozinho para região de Chapecó
    (Foto: )

    A construção de uma adutora de 58 Km vai levar água do Rio Chapecozinho para região de Chapecó, no Oeste de SC, e foi autorizada pelo governo do Estado para minimizar os efeitos da seca. O projeto foi lançado em Chapecó na tarde dessa quinta-feira (03) e vai custar R$ 195,7 milhões à Casan. 

    > Estiagem em SC: "Quem vai pagar a conta é o consumidor", garante vice-presidente da Faesc  

    A estrutura contará com dois reservatórios novos, beneficiando os cerca de 350 mil habitantes dos municípios de Chapecó, Xanxerê, Xaxim e Cordilheira Alta. Conforme a Casan, o sistema vai captar, tratar e distribuir 1,2 mil litros de água por segundo. A previsão é de que a obra esteja pronta em três anos.  

    O governador Carlos Moisés fala sobre a obra:

    — Nós entendemos que a obra resolve sim o problema, especialmente para água de consumo humano aqui das grandes cidades do Oeste de Santa Catarina, mas nós não vamos parar nesta obra. Nós entendemos que outras intervenções são muito necessárias, como a proteção de nascentes, a criação de açudes e cisternas.

    Seca no Oeste 

    O problema da seca no Oeste de Santa Catarina começou em meados do ano passado e se igualou a estiagem mais severa da história, registrada em 1957, segundo o hidrólogo da Epagri, Guilherme Miranda. Nesta quarta-feira (02), o governo do Estado reconheceu a situação de emergência de 9 municípios: Chapecó, Coronel Martins, Descanso, Ipira, Iraceminha, Marema, Nova Itaberaba, Tigrinhos e Xavantina. 

    Mesmo com a chuva forte registrada no final de novembro em algumas cidades do Oeste, a precipitação não foi suficiente para acabar com a seca na região.

    *Com informações de G1/SC e NSC TV

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas