nsc

publicidade

Substituição

Secretaria de Segurança Pública confirma troca no comando regional da Polícia Civil de Joinville

Akira Sato, diretor da Deic, assume a função de Dirceu Silveira

14/12/2015 - 12h39 - Atualizada em: 14/12/2015 - 19h38

Compartilhe

Por Redação NSC
Laurito Akira Sato
Laurito Akira Sato
(Foto: )

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Santa Catarina confirmou nesta segunda-feira a substituição do posto do delegado regional de Joinville. Dirceu Silveira, que estava na função desde junho de 2006, deixa o posto para que assuma Laurito Akira Sato, que até então é diretor da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) em Florianópolis. A possível mudança foi publicada pelo DC no último sábado.

O novo diretor da Deic é o delegado Adriano Bini, atual diretor-adjunto da diretoria. Bini também atuava em Joinville e havia sido trazido para a Deic por Akira.

As mudanças já constam no Diário Oficial Online desta segunda-feira e são assinadas pelo governador Raimundo Colombo. Confira:

"ATO nº 2790 - de 11/12/2015 DISPENSAR, de acordo com o art. 171, da Lei nº 6.745/85, as pessoas relacionadas abaixo, das funções gratificadas especificadas, no âmbito da SSP: - ADRIANO KRUL BINI, mat. 0378396-0-01, da FG de GERENTE DE INVESTIGAÇÕES CRIMINAIS, nível FG/2. - DIRCEU AUGUSTO SILVEIRA JUNIOR, mat. 0198242-7-01, da FG de DELEGADO REGIONAL DA POLICIA CIVIL , nível FG/2, de Joinville. - LAURITO AKIRA SATO, mat. 0378431-2-01, da FG de DIRETOR DE INVESTIGAÇÕES CRIMINAIS, nível FG/1. ATO nº 2791 - de 11/12/2015 DESIGNAR, de acordo com os art. 39, da Lei nº 6.745/85, conforme processo nº SSP 11371/2015, as pessoas relacionadas abaixo, no âmbito da SSP: - ADRIANO KRUL BINI, para exercer a FG de DIRETOR DE INVESTIGAÇÕES CRIMINAIS, nível FG/1. - LAURITO AKIRA SATO, para exercer a FG de DELEGADO REGIONAL DA POLICIA CIVIL , nível FG/2, de Joinville. JOAO RAIMUNDO COLOMBO Governador do Estado".

Delegado Adriano Bini, atual diretor-adjunto, assume a titularidade da Deic.
Delegado Adriano Bini, atual diretor-adjunto, assume a titularidade da Deic.
(Foto: )

Akira Sato já atuou em Joinville na Divisão de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) da Delegacia Especializada em Trânsito. Ele é paulista e está na Polícia Civil Catarinense desde 2006, trabalhando como delegado.

Ele está no comando da Deic desde o dia 16 de abril de 2012, quando assumiu no lugar do delegado Cláudio Monteiro.

— Mudanças fazem parte do processo de gestão e devem ser encarados com naturalidade. Sempre agi dessa forma e assim encaro e me submeto a essas mudanças – diz.

Akira tem experiência na área da segurança pública, já atuou por nove anos como investigador do Grupo Garra do ABC em São Paulo e em Santa Catarina, coordenou a Divisão de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) da Delegacia Especializada em Trânsito de Joinville.

— Buscarei desempenhar minhas funções da mesma forma que sempre atuei na Deic, com dedicação e compromisso com a segurança pública — afirma.

Procurado pela reportagem do jornal A Notícia na tarde desta segunda-feira, o delegado Dirceu afirmou que não iria se manifestar sobre a troca de comando.

*Série de mudanças"

Por meio da assessoria de imprensa, o secretário da SSP, César Grubba, afirmou que a troca no comando da Polícia Civil em Joinville faz parte de uma série de medidas que vai ser anunciada em breve com o objetivo de incrementar o trabalho investigativo na região.

Também por meio da assessoria, o delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz, reafirmou que fará uma reengenharia nas delegacias de polícia de Joinville com mudanças administrativas e operacionais. A intenção principal, ressalta Nitz, é melhorar o índice de resolubilidade dos homicídios na cidade, hoje de apenas 24%.

"Vai para cumprir missão"

A cúpula da Segurança Pública diz que a saída de Akira Sato da direção da Deic após três anos e oito meses e a ida para a Delegacia Regional de Joinville acontecem com o contentamento e a motivação do policial.

Isso em razão do desafio dado a ele de mudar o cenário de violência que atinge Joinville com o aumento de homicídios este ano.

— Ele está indo para cumprir uma missão, que é organizar e dar uma gestão diferente a Polícia Civil em Joinville. Está indo bastante motivado — garantiu o secretário-adjunto da SSP, Aldo Pinheiro D'Ávila.

Deixe seu comentário:

publicidade