nsc
dc

Amistoso

Seleção Brasileira vence os Estados Unidos no primeiro teste do novo ciclo com Tite

Firmino e Neymar marcaram os gols na vitória por 2 a 0 em Nova Jersey

07/09/2018 - 19h00

Compartilhe

Por Redação NSC

Se a primeira impressão é a que fica, a Seleção Brasileira deixou uma boa no início do novo ciclo sob o comando do técnico Tite. Na sexta-feira, à noite, a equipe venceu os Estados Unidos por 2 a 0 em partida amistosa no MetLife, em Nova Jersey. Foi o primeiro teste depois da eliminação para a Bélgica nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia.

Na terça-feira, a Seleção volta a campo para encarar El Salvador em mais um amistoso. O duelo está agendado para as 21h30min (horário de Brasília), em Landover, também nos Estados Unidos. A CBF confirmou, ainda, testes contra Argentina e Arábia Saudita para a próxima data Fifa, que será no feriado do dia 12 de outubro.

A equipe precisou de 10 minutos para abrir o placar. No estilo Bolt, Douglas Costa arrancou pela direita e cruzou na medida para Firmino. Sem marcação e no meio da área, o camisa 20 tocou e mandou a bola para a rede: 1 a 0. Priorizando a organização, a Seleção teve, aos 25, chance para ampliar. Casemiro aproveitou o rebote da zaga e bateu forte, mas errou o alvo.

Os Estados Unidos se organizou em campo e levou perigo aos 33. McKennie recebeu na área e chutou para grande defesa de Alisson. Cinco minutos depois, a Seleção voltou a pressionar. Neymar bateu de dentro da área e o zagueiro Brooks salvou quase na linha. Aos 42, Fabinho sofreu pênalti ao ser derrubado por Trapp. Neymar deslocou o goleiro Steffen e fez 2 a 0.

Na etapa final, os brasileiros mantiveram o ritmo. Logo no primeiro minuto, Fred chutou com força e obrigou Steffen a defender. Aos oito, Douglas Costa fez mais uma bela jogada e serviu Neymar. O camisa 10 tocou de leve em direção ao gol, mas o arqueiro salvou.

Tite aproveitou a vantagem no placar e mudou a equipe. O volante Arthur, do Barcelona, o meia Lucas Paquetá, do Flamengo, e os atacantes Richarlison, do Everton, e Everton, do Grêmio, estrearam. Mas quem criou chance de gol foi os Estados Unidos. Aos 26, Trapp bateu de longe e Alisson espalmou. Isso, porém, não foi o suficiente para apagar a boa impressão na retomada do trabalho.

FICHA TÉCNICA - EUA 0 X 2 BRASIL

ESTADOS UNIDOS

Steffen, Yedlin, Miazga, Brooks e Robinson; Trapp (Roldan), Adams, McKennie (Delgado) e Arriola (Acosta); Wood (Zardes) e Green (Weah). Técnico: Dave Sarachan.

BRASIL

Alisson; Fabinho, Thiago Silva (Dedé), Marquinhos e Filipe Luís; Casemiro, Fred (Arthur) e Philippe Coutinho (Lucas Paquetá); Neymar (Everton), Douglas Costa (Willian) e Roberto Firmino (Richarlison). Técnico: Tite.

GOLS: Firmino (B, 10'/1T) e Neymar (B, 42'/1T).

CARTÕES AMARELOS:

PÚBLICO: 32.489 torcedores.

ARBITRAGEM: Fernando Guerrero, auxiliado por Alberto Morin e Andres Hernandez Delgado (trio do México).

LOCAL: Estádio MetLife, em Nova Jersey (EUA).

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

Colunistas