nsc

Saúde

Sequelas da covid devem atingir boa parte da população, avalia especialista

06/07/2021 - 15h30 - Atualizada em: 06/07/2021 - 15h31

Compartilhe

Juliana
Por Juliana Gomes
Fisioterapia após covid
Fisioterapia é aliada na recuperação após covid
(Foto: )

As sequelas pós-covid têm atingido pessoas cada vez mais jovens, de acordo com a professora do departamento de Fisioterapia da Udesc Débora de Camargo Hizume. Em entrevista ao CBN Total desta terça-feira (6), Débora comentou também sobre a atuação da Clínica Escola de Fisioterapia da Udesc no atendimento a pacientes recuperados da covid-19. 

Receba notícias de Florianópolis e região no seu WhatsApp

- A gente começa a perceber que o perfil dos pacientes tem mudado, não são só idosos, são pacientes mais jovens, na faixa dos 30 e 40 anos, que ficam debilitados das suas funções laborais, com perda de motricidade fina, com tremor, com desequilíbrio. Então, a gente prevê que as sequelas da covid, embora a vacinação esteja avançando, ainda vai acometer boa parte da população - avaliou.

Ouça:

A Clínica Escola de Fisioterapia da Udesc está operando com capacidade reduzida para evitar aglomerações. O atendimento ocorre às segundas, quartas e sextas à tarde. Em geral, os pacientes são pessoas da comunidade ou encaminhados por postos de saúde e hospitais da Grande Florianópolis.

- A síndrome (pós-covid) abarca uma série de aspectos, pode ser uma complicação pulmonar séria, levando o paciente a um quadro de insuficiência respiratória, mas mesmo os que não apresentam este quadro começam a ter sinais de fraquea, cansaço aos mínimos esforços, instabilidade na marcha, fraqueza e dor articular além de outras complicações - explicou.

Leia mais:

Entenda o que causa as longas filas na vacinação da Covid em Florianópolis

Efeitos colaterais da astrazeneca; veja os sintomas mais relatados

Busca por suspeito de invadir casas em São José mobiliza helicóptero da PM; veja vídeo

PM explica morte de sequestrador no Sul de SC

Morre o cantor Kleber, da dupla com Kaue, vítima de covid-19

Colunistas