Polícia
Navegue por

publicidade

Investigação

Servidor público de Brusque é afastado para investigação de assédio sexual

A medida administrativa tem duração de até 60 dias, enquanto corre o processo interno

11/10/2018 - 19h07

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
(Foto: )

Um servidor público de Brusque foi afastado do trabalho nesta quinta-feira. O motivo é a abertura de um processo administrativo que investiga um suposto crime de assédio sexual que teria sido cometido por ele.

A medida tem validade de 60 dias, período em que devem ocorrer as apurações internas sobre o episódio. A vítima seria uma colega de trabalho do homem. Os dois são funcionários da Secretaria de Saúde.

O assédio teria sido praticado há cerca de um mês, mas segundo a diretora geral da pasta, Camila Pereira, o afastamento só foi deliberado agora porque a comissão estava colhendo informações. No período de afastamento do servidor, os envolvidos no caso devem ser ouvidos.

Também serão coletados outros detalhes do episódio, como o boletim de ocorrência registrado pela funcionária. Dependo da conclusão da comissão que vai apurar os fatos, o homem pode até ser exonerado.

Atualmente, 22 processos administrativos semelhantes estão abertos apenas na Secretaria de Saúde de Brusque.

::: Leia mais notícias do Vale do Itajaí no Santa

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação