nsc

publicidade

Sustentabilidade

Silencioso e mais econômico, carro elétrico está disponível para test drive em Florianópolis

Semana da Mobilidade Elétrica oferece circuito gratuito até sábado (17), na UFSC

16/08/2019 - 18h41 - Atualizada em: 20/08/2019 - 14h44

Compartilhe

Por Priscila Araújo
Apenas olhando é difícil perceber que o automóvel não é por combustão

Quem visita a Semana da Mobilidade Elétrica, em Florianópolis, pode dirigir um modelo de carro elétrico que está disponível no campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) durante o evento. Silencioso e mais econômico do que os carros a combustão, o modelo visivelmente não difere dos demais.

A experiência é proporcionada no estande da Equipe Ampera, que é formada por um grupo de capacitação multidisciplinar da UFSC. Basta preencher um termo de responsabilidade, apresentar a CNH, esperar a sua vez de pilotar e pronto. Um percurso de aproximadamente cinco minutos é realizado dentro da instituição na companhia de um instrutor.

Milton Xavier, 39 anos, estudante de Engenharia Civil, fez o teste e aprovou.

— Eu achei excepcional porque não tem barulho do motor, se tem mais torque, que seria pisar e realmente ter a resposta do carro. Além do benefício de saber que você está poluindo a natureza — afirma.

O estudante também destacou a comodidade em circular com o veículo:

— É muito leve. A direção é elétrica então, dá um conforto muito bom. A disposição interna e o acabamento são como os de um carro de ponta.

Para ser carregado completamente o veículo leva entre 30 minutos e uma hora conectado em corrente direta. Já na alternada, que é a rede usada nas residências, pode levar de sete a oito horas. A bateria dura até 300 quilômetros rodados.

Além de ser bastante silencioso, a principal diferença entre os carros a combustão e o elétrico, são os benefícios para o meio ambiente.

— É um carro que não emite gases de efeito estufa. Então ele não polui a natureza e também não causa poluição sonora. Quando se entra em um carro elétrico se tem até dificuldade de saber se ele está ligado ou não, porque não tem barulho. No veículo de combustão no geral há mais de 2 mil peças e nos elétricos há os que têm entre 20, 30 e 40 peças. Então só para produzir ele, já se economiza recursos naturais — explica Carlos Jorge, palestrante do painel Matrizes Energéticas: Até que ponto a inovação é sustentável.

Modelos em circulação

Segundo a Associação Brasileira de Veículos Elétricos, até junho de 2019 o país contava com 13.022 automóveis movidos por energia. De acordo com o setor de estatísticas do Detran-SC, o Estado de Santa Catarina tem atualmente 1.068 carros elétricos licenciados.

Conforme André Andrade, diretor de gestão do grupo Ampera, a manutenção desses automóveis é necessária apenas nos itens mais simples.

— Ele basicamente não quebra. Como ele não tem os mesmos acessórios do carro à combustão, como radiador e filtro de óleo que precisam de manutenção constante. O que precisa ser trocado é o limpador de para-brisa. Qualquer outro problema que houver, as concessionarias trocam o motor inteiro, nesse o conjunto de baterias. As fabricantes inclusive monitoram (com permissão dos compradores) a saúde da bateria remotamente —esclarece.

Na Capital, conforme Andrade há pelo menos nove locais que oferecem carregamento para os veículos movidos por energia.

—Na UFSC há quatro pontos de carregamento. Tem um na ACATE no Centro, um no Floripa Shopping, se não me engano um também no Continente Shopping e em dois postos de combustíveis. Um no Santa Mônica e outro no Itacorubi, além dos particulares, que a gente não tem conhecimento — diz.

Confira o test drive:

Serviço:

O quê: Semana de Mobilidade Elétrica

Quando: até 17/08 a partir das 8h30min

Onde: UFSC (Rua Roberto Sampaio Gonzaga, s/n, Trindade Florianópolis)

Deixe seu comentário:

publicidade