nsc
santa

Pandemia

Vacinação contra Covid-19 em Itajaí: sobram doses para imunizar idosos

Com vacinas à disposição, prefeitura reorganizará campanha para atingir pessoas entre 64 e 69 anos

21/04/2021 - 11h18 - Atualizada em: 21/04/2021 - 12h36

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Vacinação ocorre em 30 pontos da cidade
Vacinação ocorre em 30 pontos da cidade
(Foto: )

Após mil doses da vacina contra Covid-19 sobrarem em Itajaí por falta de interessados no agendamento, a prefeitura reorganiza a estratégia para imunizar idosos de 64 a 69 anos. Nesta quarta-feira (21), os que marcaram um horário estão sendo atendidos nas unidades de saúde para a aplicação da primeira dose.

> Acesse para receber notícias de Itajaí pelo WhatsApp

Nesta terça-feira (20), foram abertas 3.400 vagas. Porém, à meia-noite, quando o agendamento encerrou, havia ainda 1.000 horários livres. Mesmo assim as doses foram distribuídas aos 30 pontos de vacinação. Se algum idoso de 64 a 69 anos entrar em contato com um dos postos e ainda houver algum frasco sobrando na unidade, ele poderá ser vacinado sem necessidade de agendamento. 

No final do dia a secretaria de Saúde contará as doses e anunciará quando o novo agendamento será aberto. A prefeitura não sabe o motivo da sobra de vagas. Em Blumenau, ocorreu o mesmo na semana passada, o que gerou análise do colunista Evandro de Assis.

Segunda dose em Itajaí

Quem tomou a vacina Coronavac no dia 31 de março e 1º de abril em Itajaí, não deve procurar a segunda dose nesta quinta-feira (22), conforme divulgado. Isto porque o governo do Estado recomendou que o intervalo seja de 28 dias entre as aplicações, não mais 21.

A prefeitura divulgará nesta quinta como será a ação para a segunda dose com essa nova recomendação.

Correção

Até as 13h35min desta quarta-feira o texto informava que os idosos de 64 a 69 anos poderiam procurar os postos de saúde para vacinação sem agendamento. No entanto, como nem todas as unidades possuem doses extras, a prefeitura pede para que os moradores entrem em contato com o ponto de vacinação mais próximo para garantir que haja doses e evitar aglomerações.

*Com informações da NSC TV

Colunistas