Com benefícios para a saúde, qualidade de vida, preservação do meio ambiente e melhor fluidez do trânsito, a Prefeitura de Florianópolis desenvolve estratégias para o fomento do uso da bicicleta como meio de transporte. Por isso, a gestão pública municipal assinou o decreto de reativação do Pró-Bici, durante encontro com organizações de ciclistas.

Continua depois da publicidade

Dessa forma, a comissão deve atuar de forma organizada e em conjunto para que a parceria resulte na melhoria da infraestrutura e malha cicloviária para moradores e turistas utilizarem a bicicleta em seus deslocamentos com segurança.

Segundo a Prefeitura, o Pró-Bici irá promover um chamamento público e, depois desse processo, deve contar com um representante e seu respectivo suplente de cada distrito da capital. O Pró-Bici vai realizar encontros a cada quinze dias, que serão um verdadeiro elo entre a sociedade civil e poder público visando tornar a mobilidade urbana de Florianópolis mais segura e eficiente.

A Prefeitura de Florianópolis também disponibilizou para consulta pública a primeira edição do Manual de Projeto e Execução do Espaço Cicloviário, documento que servirá como guia e modelo para a execução de ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas e espaços compartilhados.

Continua depois da publicidade

Conforme a Secretaria de Planejamento e Inteligência Urbana, o objetivo da iniciativa é promover a cultura de uso da bicicleta como meio de transporte, além de proporcionar uma estratégia para diminuir a sobrecarga do trânsito e emissão de gases poluentes na capital catarinense.

Para trazer informações e um mapa interativo com os diferentes espaços cicloviários, a gestão pública municipal lançou ainda o site Programa +Pedal, que está disponível para acesso em http://redeplanejamento.pmf.sc.gov.br/remob/maispedal/

Na próxima atualização, a plataforma vai permitir a inserção de fotos e descrições de espaços que necessitam de manutenção, para que os procedimentos necessários possam ser adotados.

Continua depois da publicidade

Benefícios da utilização das bicicletas

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Mobilidade e Planejamento Urbano e da Secretaria de Infraestrutura, vem expandindo a malha cicloviária da cidade de forma gradativa. A Prefeitura de Florianópolis busca fomentar o planejamento urbano que integre estratégias de mobilidade sustentável, para que a infraestrutura cicloviária seja considerada desde a concepção de projetos urbanos. Dessa forma, é possível criar bairros bike-friendly, possibilitando o uso da bicicleta como uma opção de transporte viável.

O fomento da utilização da bicicleta como meio de transporte é uma estratégia necessária para o desenvolvimento urbano sustentável no longo prazo. O uso da bicicleta traz benefícios significativos para os municípios, entre eles a sustentabilidade ambiental, devido à redução da poluição dos veículos motorizados e a melhoria da saúde, tendo em vista que andar de bicicleta é um exercício físico eficiente, que auxilia a saúde cardiovascular e reduz o risco de doenças crônicas. Além disso, a bicicleta é uma grande aliada de um trânsito mais fluido, pois ajuda a reduzir o número de veículos nas ruas e, assim, os congestionamentos, permitindo melhor uso do espaço urbano.

Com ar menos poluído e com ruídos de tráfego menos intensos, deslocamento mais prazeroso e agradável, com uma experiência mais ativamente focada ao entorno e conexão com o ambiente, o uso da bicicleta auxilia na melhoria da qualidade de vida – e tudo isso de forma mais acessível e econômica para diferentes faixas etárias e condições socioeconômicas.

Continua depois da publicidade

Poder público como parceiro dos ciclistas

Florianópolis foi a segunda capital brasileira com mais ciclovias e ciclofaixas por habitante no ano passado, de acordo com um estudo da Aliança Bike. Ao todo, a capital tinha, em 2022, 23,53 km para cada 100 mil habitantes, o que representa o dobro da malha cicloviária que possuía cinco anos antes.

As prefeituras podem adotar uma série de estratégias para fomentar o maior uso de bicicletas pela população, incluindo moradores e visitantes que buscam as belezas naturais da Ilha da Magia.

Por isso, promover uma estrutura adequada, com construção de ciclovias, ciclofaixas e vias compartilhadas estão nas prioridades dos novos projetos, tendo como exemplo a ciclovia Roger Bittencourt, localizada na Avenida Madre Benvenuta. Na Lagoa da Conceição, a obra da nova ponte inclui ciclovias nos dois lados e integração com outras ciclovias próximas. Com uma rede bem planejada, conectando destinos importantes, os ciclistas podem transitar com mais segurança.

Continua depois da publicidade

Entre outros destaques da malha cicloviária na capital catarinense estão Rua Fúlvio Aducci, que fica no bairro Estreito, Avenida Gama D’Eça, no Centro, a Avenida Madre Benvenuta, no Santa Mônica, a rua João Pio Duarte Silva, no Córrego Grande, além da ligação do Abraão até o Centro passando por Coqueiros.

A utilização da bicicleta como meio de transporte traz benefícios para a saúde dos usuários, desafoga o trânsito em momentos de possível congestionamento e tornam a viagem ainda mais divertida. Vai sair? Vá de bicicleta!

Leia também

Turismo: Conheça as rotas, vias e centros gastronômicos de Floripa

Saiba onde praticar atividades físicas ao ar livre e de graça em Floripa

Campanha de amor: Diretoria de Bem-estar Animal incentiva adoção de animais com condições especiais

Destaques do NSC Total