nsc

publicidade

Disputa

Sul-Minas-Rio define tabela da Primeira Liga e enviará carta contestando assembleia na CBF

Segundo dirigente, competição começa em 27 de janeiro, com decisão no fim de março

23/10/2015 - 17h20 - Atualizada em: 23/10/2015 - 18h37

Compartilhe

Por Redação NSC
Delfim Peixoto, presidente da Federação Catarinense, é um dos principais articuladores da Liga Sul-Minas-Rio
Delfim Peixoto, presidente da Federação Catarinense, é um dos principais articuladores da Liga Sul-Minas-Rio
(Foto: )

Os integrantes da Liga Sul-Minas-Rio tiveram uma reunião em Belo Horizonte nesta sexta-feira na qual confirmaram a tabela da Primeira Liga já para 2016. Serão cinco datas, com estreia, segundo o presidente da Federação Catarinense, Delfim Peixoto, no dia 27 de janeiro. A disputa será em cinco datas, com 12 participantes.

Grupo da dupla Gre-Nal na Primeira Liga terá Atlético-PR e Chapecoense

- Foi uma reunião tranquila. A ressalva é quais serão os representantes de Santa Catarina, por isso vamos esperar o Ranking da CBF. Por enquanto, está "Santa Catarina 1", "Santa Catarina 2" - disse Delfim após o encontro.

- A Copa sai em 2016. As ligas têm independência por lei. Queremos o bem do futebol brasileiro, uma solução para os clubes, não queremos criar polêmica - acrescentou o presidente do Avaí, Nilton Machado, que é vice da Liga Sul-Minas-Rio.

Liga Sul-Minas-Rio rompe com a CBF após reunião no Rio

Os clubes aproveitaram a reunião para decidirem enviar um documento à CBF contestando a assembleia geral de terça-feira, que vai contar só com as federações estaduais. Segundo o texto, que será direcionado pelo presidente Gilvan Tavares e terá argumentos na Lei Pelé, a assembleia é irregular, porque não tem a presença dos clubes.

Apesar de a Liga dizer que não se importa com o resultado da assembleia, o presidente Delfim Peixoto crê no aval da CBF.

- Acredito que as demais federações vão aprovar - disse ele.

Além dos catarinenses, as federações de Rio Grande do Sul e Minas já avisaram publicamente o apoio à Liga. O Paraná está um pouco em cima do muro, enquanto a Ferj se opõe totalmente.

*LANCEPRESS

Deixe seu comentário:

publicidade