nsc

publicidade

Notícia

Suspeito confessa assassinato de padre em Itajaí

Outros dois jovens foram presos porque teriam envolvimento no crime

04/01/2010 - 12h32

Compartilhe

Por Redação NSC

A Central de Operações Policiais (COP) de Itajaí prendeu, na manhã desta segunda-feira, Maicon Costa Crispin, 18 anos, suspeito de matar o padre Alvino Broering no dia 14 de dezembro. Maicon foi preso na casa da mãe, em Navegantes, e confessou aos policiais a autoria do crime.

Outros dois homens foram presos suspeitos de serem cúmplices. Eles estão detidos no COP para que a Polícia Civil ouça seus depoimentos e apure qual o envolvimento.

O carro do padre, que era capelão da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), também foi encaminhado ao pátio da delegacia e será periciado na tarde desta segunda-feira.

Como foi o crime

Testemunhas informaram à Polícia Militar que o carro do padre parou em frente a uma empresa, na BR-101, próximo ao km 114, por volta das 2h do dia 14 de dezembro. O religioso desceu do veículo e foi perseguido por outro homem, que estava com ele no carro.

Padre Alvino foi alcançado perto de um posto de combustíveis, onde foi esfaqueado na cabeça e nas costas. O assassino fugiu com o carro do religioso.

O capelão foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao pronto-socorro do Hospital Marieta Konder Bornhausen, onde morreu, por volta das 6h. Segundo o Instituto Médico Legal (IML), ele foi atingido com oito facadas na cabeça.

Deixe seu comentário:

publicidade