nsc

publicidade

Operação

Suspeitos de participação em atentados a bases da Polícia Militar de São José são presos

Operação foi realizada na manhã desta sexta-feira e prendeu 14 pessoas investigadas e uma em flagrante

21/12/2018 - 10h20 - Atualizada em: 21/12/2018 - 10h45

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora

Vinte mandados de busca e apreensão e outras 14 de prisão foram cumpridos na manhã desta sexta-feira (20) em São José, na Grande Florianópolis. As ordens judiciais fazem parte de um inquérito instaurado pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São José para apurar dois casos nos quais disparos de armas de fogo foram feitos contra duas bases da Polícia Militar de São José.

Um dos suspeitos, que tem um mandado de prisão contra si, ainda não foi localizado até as 9h30min desta sexta. Dos 14 investigados presos, conforme informado pela Polícia Civil, seis cumprem pena por outros crimes nas penitenciárias de Florianópolis e Biguaçu.

Um deles, apontado pela polícia como o mentor, foi preso em flagrante no dia 31 de outubro, em uma operação realizada pela Delegacia de Homicídios da Capital, pelo crime de arma de fogo de uso restrito.

Além dessas ordens, foi realizada também uma prisão em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido conforme a polícia.

Disparos

O primeiro caso aconteceu na unidade localizada no bairro Fazenda Santo Antônio, na madrugada do dia 4 de agosto. Nesta ocasião, aproximadamente 30 disparos foram feitos contra a base.

Na madrugada do dia seguinte, 5 de agosto, outra base militar foi alvo de 20 disparos de arma de fogo. O caso aconteceu no bairro Colônia Santana.

Os atentados teriam sido motivados em reação à morte de uma pessoa, após disparos feito pela Polícia Militar. De acordo com o delegado da DIC, Manoel Galeno, a investigação apontou que essa foi a razão que desencadeou a ação.

— Foi por conta de um confronto que teve no mês de julho em Tijucas. [A reação] tem relação com a facção criminosa, por serem amigos — explicou.

Investigação

Ao longo da investigação, foi identificada a participação dos suspeitos em organizações criminosas que atuavam no tráfico de drogas do município e praticava o crime de associação para o tráfico de acordo com a Polícia Civil.

Os 15 investigados deverão ser indiciados pelos crimes de disparo de arma de fogo, dano ao patrimônio público e tentativa de homicídio.

Leia mais informações de São José e da Grande Florianópolis

Deixe seu comentário:

publicidade