nsc
    dc

    Educação

    TCU constata falta de professores em institutos federais

    Evasão nos cursos profissionalizantes de nível médio ofertados pelos IFs atingiu 24% do total de alunos matriculados

    03/04/2013 - 16h51

    Compartilhe

    Por Redação NSC

    O Tribunal de Contas da União (TCU) apontou, em auditoria na rede federal de educação profissionalizante, científica e tecnológica, que faltam, nos 38 institutos federais (IFs) do país, 7.966 professores e 5.702 técnicos de laboratório, o que corresponde, respectivamente, a 20% e 24,9% de cada quadro.

    Além disso, a evasão nos cursos profissionalizantes de nível médio ofertados pelos IFs atingiu 24% do total de alunos matriculados nos cursos do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade Educação de Jovens e Adultos (Proeja), e 19% nos Cursos Médios Subsequentes.

    Também foram verificados outros pontos deficientes, como ausência de computadores, bibliotecas, salas de aula e laboratórios. O TCU determinou que o Ministério da Educação (MEC) encaminhe, em até 180 dias, plano de ação para reduzir a evasão de alunos e o déficit de docentes e técnicos.

    Colunistas