nsc

    Olhar local

    Técnico catarinense destaca trabalho de autoridades portuguesas para evitar o coronavírus no país

    Milton Mendes tem residência fixa na Ilha da Madeira

    13/04/2020 - 11h10

    Compartilhe

    Janniter
    Por Janniter de Cordes
    Milton Mendes diz que está preocupado com a economia
    Milton Mendes diz que está preocupado com a economia
    (Foto: )

    Muitos catarinenses estão espalhados pelo o mundo e com este período de pandemia do coronavírus a preocupação só aumenta. Ma para quem mora em outros países, como está esta visão deste problema que está afetando o mundo inteiro? Milton Mendes, técnico de futebol que mora em Portugal demonstra preocupação com o atual momento, mas deixa claro que no país onde mora, a situação só não foi pior, porque as autoridades trabalharam rápido para tentar impedir a proliferação do vírus.

    ​​​> Em site especial, leia mais sobre o coronavírus

    Sem clube atualmente, o criciumense Milton Mendes tem residência fixa na Ilha da Madeira e conversou com a reportagem da CBN/Diário e trouxe a visão dele sobre o que está acontecendo no país onde mora. “As autoridades começaram a tomar providências logo cedo. Pegamos o exemplo de nossos vizinhos Itália e Espanha e o país começou a fazer algumas restrições atacando primeiro 50 % e depois foi 100% e por isso acho que houve poucos casos, mas eu vejo com preocupação, pois já houve outras epidemias, mas nenhuma se transformou em pandemia. Por conta disso, diversas áreas sairão com problemas de ordem financeira, mas também com vida, com força e com saúde e podemos lutar para restabelecer a economia”, disse o técnico.

    Outro ponto destacado por Milton Mendes foi o respeito dos portugueses com as medidas adotadas pelas autoridades de saúde como o isolamento social. “As pessoas aqui estão aceitando de uma forma muita positiva, pois foi demonstrado por fatos. Nós vimos os nossos vizinhos Itália e Espanha, que temos linha direta com estes países que estão na ponta do iceberg em termos de pessoas infectadas e mortas. Então, as pessoas estão aceitando muito bem as determinações”, destacou Mendes.

    O treinador ainda disse que na Europa não há uma briga política para tentar solucionar o problema do coronavírus. Segundo ele, todos chegam a um acordo e partem para o trabalho, o que ele, a distância, não vê no Brasil. “Eu tenho acompanhado aí no Brasil que as pessoas não estão muito preocupadas com o povo, mas sim em fazer política e assim o prejudicado sempre será o povo, o elo mais fraco”, finalizou o Milton Mendes.

    Nos números desta segunda-feira, as autoridades portuguesas anunciaram 504 mortes pela Covid-19 e que o país tem 16.585 casos confirmados.

    Ouça a entrevista com o técnico Milton Mendes

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas