publicidade

Economia
Navegue por

Pesquisa Abrasel

Temporada começa com movimento maior para metade dos bares e restaurantes em SC

Levantamento mostra que 47,2% dos empresários do setor de alimentação do Estado perceberam aumento de movimentação; 36,6% disseram que gasto médio é o mesmo da temporada anterior 

04/01/2019 - 18h33 - Atualizada em: 04/01/2019 - 20h54

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
(Foto: )

A temporada 2018/2019 começou bem para grande parte dos empresários catarinenses do setor de alimentação. Praticamente metade dos donos de bares e restaurantes de SC (47,2%) perceberam aumento do movimento nas festas de fim ano em relação ao mesmo período da temporada anterior. Porém esse bom desempenho não se confirmou entre os empresários da Grande Florianópolis, já que apenas 25% tiveram aumento.

Além disso, apenas 31,5% dos empresários catarinenses notaram um aumento do gasto médio por cliente - a maior parte (38,6%) respondeu que gasto é igual à temporada anterior, que foi considerada fraca.

— Percebeu-se que a perda de poder aquisitivo, em função da crise, teve grande impacto na redução do gasto médio dos consumidores. Apesar de Santa Catarina ter recebido um bom fluxo de turistas, que que impactou de forma positiva o fluxo de clientes, a mudança de perfil repercutiu negativamente no gasto médio — avalia Raphael Dabdab, presidente da Abrasel em Santa Catarina.

Em relação aos serviços públicos, a maioria dos empresários não viu mudanças no fornecimento de água e de energia, do saneamento, infraestrutura das praias e segurança, que estariam iguais em relação à temporada 2017/2018. Porém, a maioria (63,8%) respondeu que o trânsito piorou no Estado.

Os donos de bares e restaurantes também perceberam mudanças no perfil do turista. Houve percepção de aumento de visitantes paulistas e do interior de SC, porém 84,3% dos entrevistados não perceberam aumento de fluxo de turistas estrangeiros.

— O setor percebeu que houve mudança na origem do turista, redução de turistas estrangeiros, em especial os argentinos, nosso principal emissor, e aumento do turista doméstico, destaque para os paulistas e catarinenses do interior — acrescenta Dabdab.

A pesquisa mostra ainda que o empresário do setor está otimista para o restante da temporada, já que 59,8% consideram que a temporada deve ser melhor do que a do ano anterior.

Os dados fazem parte do levantamento realizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) com 127 empresários do setor de bares e restaurantes. A pesquisa avaliou o período entre os dias 20 de dezembro e 1º de janeiro.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação