nsc
santa

Medo em Sparks

Tiroteio em escola deixa dois mortos nos EUA

Professor e aluno armado morreram e dois estudantes estão gravemente feridos

21/10/2013 - 14h07 - Atualizada em: 21/10/2013 - 16h12

Compartilhe

Por Redação NSC
Estudantes e policiais se juntam no estacionamento da Sparks Middle School após o incidente
Estudantes e policiais se juntam no estacionamento da Sparks Middle School após o incidente
(Foto: )

Um professor morreu e dois estudantes ficaram gravemente feridos esta segunda-feira em um novo ataque a tiros em Nevada, no qual também morreu o aluno autor dos disparos, reportaram a polícia e a imprensa.

Segundo uma testemunha, o atirador, que teria entre 13 e 14 anos, abriu fogo perto de uma quadra de basquete no colégio Sparks Middle em Reno, Califórnia.

- O falecido era funcionário da escola - declarou a jornalistas Mike Mieras, chefe de polícia do distrito escolar de Washoe, que afirmou também que o outro morto parece ser o aluno que sacou a arma.

Dois estudantes, levados às pressas para o hospital regional Renown, se encontram em estado crítico, afirmou a porta-voz da instituição, Angela Rambo, citada pela emissora NBC news, depois do tiroteio, registrado às 7h15 locais (12h15 de Brasília).

Mieras disse mais tarde que um dos estudantes foi submetido a cirurgia e que o outro passava bem.

Um adolescente, que testemunhou o ataque, contou ter visto um colega de uniforme escolar atirar no peito de um professor.

- Estávamos na quadra de basquete. Ouvimos um estampido alto e todos gritaram - contou Kyle Nucum, de 13 anos, ao jornal Reno Gazette, afirmando que um professor foi ver o que estava acontecendo. O garoto pensou que fossem fogos de artifício.

- O estudante estava apontando uma arma para o professor, depois que o professor lhe disse para baixá-la (a arma), o estudante disparou contra o professor e ele caiu. Todos saíram correndo - emendou.

- Nós corremos pelo campo para procurar um lugar seguro e, enquanto estávamos correndo, ouvi mais quatro ou cinco disparos - prosseguiu.

O líder da maioria democrata no Senado americano, Harry Reid, que representa Nevada, acrescentou: "Meus pensamentos estão com os professores, familiares e alunos do Sparks Middle School, que vivenciaram uma manhã traumática".

"Nevada chora por eles", escreveu em sua conta no microblog Twitter.

Colunistas