nsc
    nsc

    Greve dos caminhoneiros

    Transporte coletivo de Florianópolis funciona com horário de sábado e movimento é intenso nos terminais

    Atendimento do transporte coletivo está garantido até esta terça-feira

    28/05/2018 - 05h59 - Atualizada em: 28/05/2018 - 06h50

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Movimento no Ticen era intenso na manhã desta segunda-feira
    Movimento no Ticen era intenso na manhã desta segunda-feira
    (Foto: )

    Se o trânsito está mais tranquilo devido à redução no número de veículos nas ruas pela falta de combustível, o mesmo não ocorre nos terminais de ônibus de Florianópolis. O movimento estava intenso na manhã desta segunda-feira, 28. Por causa da greve dos caminhoneiros, que chega ao seu oitavo dia, a falta de combustível faz com que o transporte coletivo opere de forma reduzida, por isso, o resultado é de veículos lotados.

    Marilene Panho, 47 anos, é vendedora de uma loja no aeroporto Hercílio Luz. Ela saiu de casa, no bairro Jardim Atlântico, no Continente, às 7h e a intenção era chegar ao trabalho às 8h30min. Mas com o número reduzido nas linhas, ela já estava atrasada ao esperar o ônibus no Terminal Integrado do Centro (Ticen), que registra movimento intenso.

    — A greve, quando é para melhorar vale a pena, mas já está começando a atrapalhar demais, tá na hora de acabar — diz.

    Marilene Panho
    Marilene Panho
    (Foto: )

    Pedro Sampaio, 63, é motorista de aplicativo e está desde quinta-feira, 24, sem poder trabalhar por falta de gasolina. Nesta segunda, ele pegou o ônibus no Terminal do Rio Tavares, que estava com movimento acima do normal, para ir atrás de um empréstimo para instalar o sistema de gás no veículo. Apesar dos transtornos, ele concorda com a paralisação.

    — Essa é uma greve correta, a gente nem imaginava que eles podiam parar tudo. Mas acho que poderiam ter dado uma trégua já. De qualquer maneira o governo tá errando faz tempo, na verdade é que não temos governo. O povo tem o poder na mão e ainda não sabe disso, esse é o exemplo dos caminhoneiros.

    Pedro Sampaio está há cinco dias sem poder trabalhar
    Pedro Sampaio está há cinco dias sem poder trabalhar
    (Foto: )

    Ônibus extras nos horários de pico

    Os ônibus do Consórcio Fênix, que atendem a Capital, funcionam com horário de sábado nesta segunda-feira. As linhas do Executivo e Madrugadão foram suspensas. Segundo a prefeitura, o transporte coletivo está garantido até esta terça-feira, 29. Caso o combustível acabe, uma nova negociação deve ocorrer com os manifestantes. Para atender a demanda da população, mais 21 veículos serão colocados à disposição nos horários de pico, principalmente no início da manhã e fim da tarde.

    A empresa Biguaçu também opera com horário de sábado, mas as linhas executivas seguem sem alteração. Linhas de São José foram suspensas, exceto o Diretão, que opera conforme os convencionais. A Jotur trabalha com horários de sábado nesta segunda, mas com reforço nos horários de pico.

    Terminal de Integração da Trindade (Titri)
    Terminal de Integração da Trindade (Titri)
    (Foto: )
    (Foto: )

    Acompanhe as atualizações sobre a greve dos caminhoneiros

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas