nsc
santa

Reforma

Trecho da BR-101 em Itajaí terá desvio no trânsito a partir de domingo

Uma das faixas no sentido Florianópolis permanecerá bloqueada por cinco meses

26/04/2019 - 18h38 - Atualizada em: 26/04/2019 - 18h41

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
Haverá bloqueio de uma pista no trecho do km 122 ao 124 no sentido Sul
(Foto: )

O trecho da BR-101 entre as pontes Rio Itajaí-Mirim e Canhanduba, em Itajaí, terá alterações no trânsito a partir deste domingo (28). Uma das faixas no sentido Florianópolis permanecerá bloqueada entre o km 122 e 124 para a reforma e ampliação das estruturas. A expectativa da concessionária Arteris Litoral Sul é que a interrupção demore cinco meses.

O fluxo da faixa bloqueada será desviado para uma das pistas do sentido oposto, o qual será devidamente sinalizado. Como em direção a Curitiba haverá uma faixa a menos, o acostamento será liberado para os veículos que estiverem seguindo para o sentido Norte. A velocidade no trecho estará limitada a 60 km/h.

Sem o acostamento no sentido Curitiba, a concessionária irá disponibilizar veículos de transporte no local das obras. O objetivo é auxiliar os pedestres e ciclistas a fazer uma travessia segura no trecho, evitando que andem em meio aos carros e caminhões.

Com as obras, também haverá bloqueio de uma via municipal de Itajaí. O acesso à Rua Itaipava pela BR-101 será fechado, de forma que apenas a saída da rua para a BR-101 seguirá liberada. A alternativa para chegar ao bairro Itaipava é pela Rodovia Antônio Heil (SC-486).

Ampliação e reforço das pontes

A reforma tem como objetivo reforçar a estrutura e adequar as pontes para as atuais condições de tráfego, já que o planejamento ocorreu há mais de 30 anos, anterior inclusive à duplicação. As construções também terão a largura ampliada para viabilizar o acostamento e passeio para ciclistas e pedestres. O valor da obra é estimado em cerca de R$ 19 milhões.

A concessionária ressalta que a reforma irá oferecer mais segurança aos usuários que trafegam pela rodovia. Entre as atividades previstas estão a remoção do pavimento, execução do reforço da fundação e estrutura existente, reconstrução de laje, construção de novas barreiras e passeio e reposição da camada de pavimento com sinalização.

Também conforme a Arteris, o início da intervenção pode ser adiado no caso de interferência climática.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas