publicidade

Polícia
Navegue por

Investigação

Três homens são presos por tráfico de drogas em operação policial em Papanduva 

As prisões ocorreram durante a tarde desta quinta-feira (14)

14/03/2019 - 18h50

Compartilhe

Redação
Por Redação AN

Três homens foram presos durante a tarde desta quinta-feira (14) em cumprimento a mandados judiciais, incluindo mandados de prisões temporárias e de busca e apreensão em residências, em Papanduva. Os mandados foram cumpridos em investigação que visa desarticular uma associação voltada para o tráfico de drogas e controlar a venda das substâncias na cidade.

Dentre os alvos, havia casas no bairro Santa Mônica, Centro e Cohab II. Dois dos investigados tinham mandados de prisão para cumprimento. As diligencias irão continuar até a efetivação.

Foram apreendidos porções de cocaína, crack e dinheiro. Numa das casas destinadas à venda, foi apreendia um terminal para recebimento por cartão de crédito.

Operação Melinoe

A operação chamada Melinoe foi realizada pela Polícia Civil de Papanduva, com o apoio da Delegacia de Polícia de Comarca (DPCO); Delegacia de proteção a criança, ao adolescente, a mulher e ao idoso (Dpcami) e Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Mafra; além da DIC de Canoinhas e Intaiópolis. O objetivo da ação é prender os suspeitos de comandar o tráfico de entorpecentes no município, bem como desarticular os pontos de venda.

As investigações foram iniciadas em agosto de 2018, quando a Polícia Civil de Papanduva prendeu pessoas por suspeita de pertencer à mesma quadrilha. Todas foram alvos da Operação Melinoe, que foi realizada em três partes: a primeira em 14 de agosto de 2018, a segunda em 31 de agosto de 2018 e a última na quinta.

Na primeira etapa da operação, em 14 de agosto, e na segunda etapa, em 31 de agosto, suspeitos de pertencer à quadrilha e haviam sido detidos. Os dois principais alvos da operação ainda permanecem presos, sendo que um deles já ostenta sentença penal condenatória transitada e julgada em 11 anos e 5 meses.

A operação ganhou esse nome decorrente de um dos investigados, o qual era responsável PR coordenar toda a atividade criminosa e que sempre era um "fantasma" nos depoimentos. Melinoe é a deusa grega dos fantasmas, de onde então surgiu a inspiração para o nome.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação