nsc
dc

INFLUENZA 

Três mortes por Gripe A são confirmadas em sete dias em Santa Catarina

Cidades de Jaraguá do Sul e Joinville possuem o maior número de vítimas da doença, com quatro casos cada 

22/07/2019 - 16h31 - Atualizada em: 22/07/2019 - 16h58

Compartilhe

Por Camila Levien
(Foto: )

Três mortes por Gripe A foram confirmadas em Santa Catarina nos últimos sete dias, de acordo com o relatório da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) divulgado nesta segunda-feira (22). Destes uma vítima foi afetada pelo subtipo H1N1, outro ainda está em análise e o terceiro foi confirmado por vínculo epidemiológico - situação no qual o paciente tem tido contato com um ou mais pessoas que têm/tiveram a doença ou tem sido exposto a uma fonte pontual de infecção.

Os óbitos foram registrados em Joinville, Jaraguá do Sul e São Joaquim. Ao todo no Estado já foram confirmadas 28 vítimas da doença de 30 de dezembro até o dia 19 de julho de 2019. O último levantamento do Estado apontava 25 falecimentos até o dia 12 de julho de 2019.

Os idosos representam a maioria dos registros, somam - se 13 mortes em pessoas acima de 60 anos, valor que representa 46,4% das ocorrências fatais.

O número de casos confirmados da doença passou de 232 no último boletim para 253, sendo 207 pelo vírus H1N1, 29 pelo vírus A H3N2, sete aguardando subtipagem, nove pelo vírus Influenza B e um encerrado por vínculo epidemiológico. De acordo com o relatório, as ocorrências se concentram em grandes centros: Chapecó com 27 casos, Florianópolis com 25, Blumenau com 22 e Joinville com 21 registros.

A Dive/SC declarou que até o momento em 2019, os registros de casos de Influenza estão dentro do esperado para o período. O órgão disse ainda que pelos dados notificados verifica-se, a circulação predominante do vírus influenza H1N1 e em menor número o vírus influenza H3N2.

Prevenção

Lavar as mãos com frequência, principalmente, antes de consumir alimentos;

Utilizar lenço descartável ao tossir, espirrar ou assoar o nariz;

Cobrir a boca e o nariz com o antebraço quando espirrar ou tossir;

Evitar tocar os olhos, nariz e boca; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

Manter os ambientes bem ventilados;

Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas gripe;

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Saúde

Colunistas