publicidade

Polícia
Navegue por

Investigação

Trio é preso suspeito de desviar carga avaliada em meio milhão de reais

Segundo a Polícia Civil, eles simularam ter sofrido um roubo, mas as investigações apontam que eles mesmos levavam o material para um depósito clandestino

05/12/2018 - 19h46

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
(Foto: )

Três homens acabaram presos nesta quarta-feira suspeitos do crime de desvio de uma carga avaliada em meio milhão de reais. Dois deles foram detidos em Florianópolis e o outro em Itajaí. Segundo o delegado Osnei Valdir de Oliveira, o trio foi contratado por uma empresa paulista para pegar uma carga de tecidos no porto de Itajaí e levar até São Paulo.

No entanto, eles teriam burlado o rastreador do caminhão, que mostrava a carga seguindo o trajeto previsto, mas na prática o material estava sendo descarregado em um galpão de Itajaí. Quando chegaram à cidade de Praia Grande, o condutor do veículo procurou a polícia supostamente informando ter sido roubado.

De acordo com Oliveira, o crime foi em julho deste ano. As investigações mostraram que se tratava de uma simulação de assalto. O motorista chegou a dizer que ficou 24h preso em um cativeiro. As apurações dão contam de que cada um dos três homens tinha um papel específico no crime.

Leia ainda

::: Polícia Militar de Gaspar apreende mais de meia tonelada de munições

::: Detran fecha autoescola por supostas irregularidades em Blumenau

O dono do caminhão, morador de Piçarras, era quem fazia contato com as empresas para oferecer o serviço de transporte de carga. Outro, esse de Itajaí, era quem fazia o transporte do material. Um terceiro elemento, de Florianópolis, ficava responsável por revender a carga. Os três tinham algum tipo de passagem pela polícia.

Com as prisões preventivas decretadas, os homens foram levados ao Complexo Penitenciário de Itajaí. As investigações vão continuar para verificar quem comprava o material desviado e também para identificar outras pessoas possivelmente envolvidas no crime.

A empresa que contratou o serviço de transporte, vítima dos criminosos, não conseguiu recuperar o prejuízo.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação