nsc
dc

Inusitado

Tubarão-azul encalha em Balneário Camboriú

Animal raramente visto na costa foi resgatado e devolvido ao mar

26/07/2016 - 12h39 - Atualizada em: 26/07/2016 - 12h40

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Um filhote de tubarão-azul, espécie que vive muito longe da costa, fora da plataforma continental, apareceu na manhã desta terça-feira na Praia Central de Balneário Camboriú. O animal foi encontrado pelo empresário Júnior Pio, que caminhava pela Barra Sul na altura da Rua 4000. Comovido, ele entrou na água para tentar salvar o tubarão _ mas não sem antes garantir que o animal não teria como mordê-lo.

_ Pelo que vi, não tinha dentes. Primeiro tentei passar ajudá-lo a passar umas duas ondas, mas ele voltou para o raso. Então segurei pelo rabo e fui com ele até o fundo, aí ele seguiu nadando _ conta o empresário.

As fotos e o vídeo do animal na beira da praia têm circulado nas redes sociais. Segundo o professor Jules Soto, curador do Museu Oceanográfico da Univali, o encontro é muito raro e não há motivo para temer o banho de mar.

Em 20 anos há registro de três encalhes de filhote de tubarão azul em Balneário Camboriú, todos ainda sem explicação.

_ Não se sabe por que isso acontece, mas tubarões saudáveis não encalham. Provavelmente ele tenha algum parasita, e não deve sobreviver _ afirma o pesquisador.

Segundo ele, a espécie costuma nadar em profundidades que vão de 50 a 200 metros e, na idade adulta, pode ser agressivo. Mas um filhote, como o que apareceu em Balneário, não apresenta risco. O animal ainda era pequeno, com cerca de 1 metro de comprimento _ o tubarão azul pode chegar a medir 4 metros.

Colunistas