publicidade

Esportes
Navegue por

Vai mudar

Tubarão desliga técnico e gerente de futebol antes de iniciar novo plano 

Clube passa por reestruturação antes de montagem de elenco para a disputa da Copa SC 

13/06/2019 - 17h21

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Luizinho Vieira não continua como técnico do Tubarão
Luizinho Vieira não continua como técnico do Tubarão
(Foto: )

O Tubarão passa por reestruturação para a sequência da temporada e planejamento para o próximo ano. Nesta quinta-feira, o clube informou que o técnico Luizinho Vieira e o gerente de futebol Julio Rondinelli não continuam no Peixe. A intenção da diretoria é renovar o departamento de futebol para a disputa da Copa Santa Catarina, prevista para iniciar em setembro, que vai servir de base para o Catarinense 2020.

O técnico Luizinho Vieira e o auxiliar Sérginho Tanaka tinham contratos até o término da Série D. Com o fim da participação da equipe na competição, eliminado na primeira fase, os vínculos não foram renovados. Já o caso do gerente de futebol Júlio Rondinelli foi demissão. O Tubarão agradeceu aos três pelos trabalhos prestados.

Sensação do Estadual do ano passado, o Peixe não correspondeu no Catarinense 2019. A equipe brigou até a última rodada contra o rebaixamento, quando havia a expectativa que disputasse no alto da tabela. O técnico Luizinho Vieira foi o condutor da reação que terminou em permanência na elite do futebol de Santa Catarina. Na Série D, o time também foi mal. Ganhou apenas um dos seis jogos, terminou em último no grupo A16.

A meta da diretoria é reestruturar o departamento de futebol e a equipe pensando na Copa Santa Catarina. De acordo com o presidente Luiz Henrique Ribeiro, a ordem é brigar pelo bicampeonato - o time venceu em 2017 - para conquistar vaga na Copa do Brasil e ainda ganhar força para o Catarinense 2020.

- Nós temos que fazer uma competição muito forte, para melhorar nosso calendário do ano. Entendo que é o único campeonato do ano que temos condições reais de vencer. Não só nós, mas os clubes da parte de baixo da tabela do Catarinense. Temos que brigar pelo título, é necessário, já fomos campeões em 2017. Esse título pode nos dar uma vaga na Copa do Brasil, que é muito importante e relevante - comentou o presidente, em entrevista coletiva dias após ao término da Série D pelo Peixe.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação