publicidade

Esportes
Navegue por

ESPORTES

Ultramaratonista catarinense quebra recorde sul-americano de corrida em esteira

Débora Simas correu por sete dias em esteira instalada em shopping de Florianópolis

21/07/2019 - 12h55 - Atualizada em: 21/07/2019 - 21h15

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
(Foto: )

Foram sete dias e 800,61 km percorridos. A ultramaratonista catarinense Débora Simas, de 48 anos, virou celebridade nos dias em que esteve sobre uma esteira, instalada em um shopping de Florianópolis, tentando quebrar o recorde mundial da britânica Sharon Gayter e ultrapassar a marca de 833 quilômetros e 5 metros em esteira durante sete dias.

— Era mais do que um sonho, era uma vontade de provar para mim e para todas as pessoas, que a gente é mais forte do que pensa e é capaz de ir além dos limites. Infelizmente o recorde não veio — lamenta Débora.

Deby, como é chamada, permaneceu por mais de 20 horas por dia em cima da esteira, com pausas estratégicas apenas para idas ao banheiro e descansos. O desafio iniciou em 14 de julho e somou 168 horas. O objetivo inicial era alcançar o recorde mundial, mas faltaram 32,44 km para o feito.

— Eu não vou desistir. Descobri nestes sete dias uma força que eu não imaginava ter e, acima de tudo, um apoio incondicional de pessoas que sequer me conheciam, mas que não mediram esforços para me apoiar, me mandar boas energias, para estar ao meu lado na busca deste sonho, que deixou de ser apenas meu e agora foi compartilhado com muita, mas muita gente — comentou Débora.

Mesmo assim, a atleta desceu da esteira com dois importantes títulos: os recordes brasileiro e o sul-americano de corrida em esteira.

Uma equipe formada por mais de 150 profissionais, incluindo juízes, médicos, nutricionista, fisioterapeuta e treinador garantiu a segurança da atleta.

(Foto: )

— Meu corpo algumas vezes deu sinais de fraqueza, mas meu sonho e minha determinação foram sempre maiores. Não veio o recorde mundial, mas sim, veio o meu maior recorde, a minha maior superação, e eu ganhei muito mais do que poderia imaginar: apoio incondicional de milhares de pessoas. E a minha mensagem: façam esporte, ele vale a pena — complementou a ultramaratonista.

Inspiração

A inspiração para o desafio está no também ultramaratonista brasileiro Márcio Vilar, detentor do recorde masculino, que é de 827 quilômetros e 16 metros correndo em esteira durante sete dias.

— Assisti uma palestra do Márcio e decidi que queria fazer isso também. Ano passado corri uma prova de mil quilômetros, foi um treino para saber como o meu corpo iria reagir —explica a ultramaratonista.

Os treinos de corrida foram orientados pelo amigo e treinador Paulo Domingos Pereira Filho, experiente na preparação de ultramaratonistas e corredores de montanha, que é o caso de Débora Simas, a única mulher a terminar a 1000K Brasil, uma prova de mil quilômetros completados em dez dias. Em dezembro de 2018 ela iniciou os treinos oficiais para a tentativa de quebra de recorde, com uma esteira instalada em casa.

Quem é a ultramaratonista

Débora Simas é catarinense, nasceu em Rio do Sul e mora em Florianópolis. Começou a correr aos 32 anos de idade e com apenas oito anos de prática esportiva foi campeã da Brasil 135 Ultramarathon, a principal ultramaratona brasileira. Agora ela escreve seu nome na história, a primeira brasileira ultramaratonista a conquistar o recorde brasileiro e sul americano.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação