nsc
an

Senhor diretor

Um dos mais influentes cineastas das últimas décadas, Martin Scorsese completa 70 anos no sábado

Saiba dos novos projetos em andamento e da longa ficha de serviços prestados ao cinema

16/11/2012 - 14h04 - Atualizada em: 21/11/2012 - 06h54

Compartilhe

Por Redação NSC
?Não consigo imaginar um momento da minha vida em que eu não esteja filmando alguma coisa?, disse o diretor
?Não consigo imaginar um momento da minha vida em que eu não esteja filmando alguma coisa?, disse o diretor
(Foto: )

Para alguns ele é o maior cineasta americano vivo. Para todos os amantes do cinema, um monstro sagrado a ser cultuado e reverenciado.

Martin Scorsese completa nesta sábado 70 anos como o diretor de obra mais regular da geração que trouxe Hollywood de volta ao centro do cinema de autor depois das revoluções europeias dos anos 1950 e 60 - e olha que dela fazem parte nomes como Francis Ford Coppola e Brian De Palma.

>> TopTudo: 5x5 marcas do diretor

A Táxi Driver (1976) e Touro Indomável (1980), títulos históricos e fundamentais, seguiram-se pequenos grandes filmes como O Rei da Comédia (1983) e Depois de Horas (1985) e monumentos do grande cinema como Os Bons Companheiros (1990) e A Época da Inocência (1993). Prolífico, Scorsese assinou diversos documentários (como Shine a Light, de 2008), refilmagens (Cabo do Medo, 1991) e adaptações (Ilha do Medo, 2010). Em meio à renovação da Academia de Hollywood, recebeu seu primeiro Oscar (em 2007, por Os Infiltrados) após uma campanha irrestrita que só os mestres recebem das gerações posteriores.

Ao mesmo tempo, foi o responsável por A Invenção de Hugo Cabret (2011), produção que resume o encanto do cinema homenageando o seu passado e vislumbrando o seu futuro. E deve, entre outros novos projetos, produzir e dirigir uma cinebiografia de Frank Sinatra - depois de um quinto filme com Leonardo DiCaprio sobre as relações escusas em Wall Street.

Colunistas