nsc
an

publicidade

Futebol

Veja quais são os sinais de evolução do JEC

"AN" lista sete motivos presentes no jogo de quarta, pela Copa do Brasil, que podem servir de confiança para a reação do Tricolor no returno do Campeonato Catarinense

09/03/2017 - 16h46

Compartilhe

Por Redação NSC
Vitória do JEC manteve a equipe com 100% na Copa do Brasil
Vitória do JEC manteve a equipe com 100% na Copa do Brasil
(Foto: )

Três gols num jogo

A vitória sobre o Gurupi marcou a quebra de dois jejuns. Pela primeira vez, o Tricolor conseguiu marcar três gols numa mesma partida - antes, havia marcado dois, no empate por 2 a 2 diante do Barroso, pela primeira rodada do Campeonato Catarinense. E também pela primeira vez, o JEC venceu com um placar diferente do 1 a 0 - resultado dos triunfos sobre Metropolitano, Comercial-MS e São Raimundo-PA.

Leia as últimas notícias sobre o Joinville Esporte Clube no AN.com.br

Confira a tabela completa e a classificação do Campeonato Catarinense

Vitória com dez

Um dos destaques da vitória do Joinville sobre o Gurupi foi o fato de o Tricolor conseguir o resultado com um homem a menos quando o placar era adverso - no momento da expulsão, o jogo estava empatado por 1 a 1. A última vez que algo semelhante aconteceu foi em 2011. No dia 23 de outubro daquele ano, pela Série C, o JEC perdia por 2 a 1 para a Chapecoense, tinha um jogador a menos, mas conseguiu a virada e venceu por 3 a 2 no duelo que marcou a comemoração do retorno à Série B.

Artilheiro

Ele é peça-chave para o Joinville na temporada. Em 11 jogos, Aldair marcou cinco gols. Em todas as vitórias do JEC na temporada, o meia-atacante marcou. Na noite de quarta-feira, estava no banco de reservas por problemas no tornozelo. No entanto, diante da necessidade entrou em campo e não decepcionou. De quebra, assumiu a responsabilidade e cobrou com perfeição o pênalti que garantiu vantagem ao JEC no duelo.

Não se abalou

Um dos responsáveis pela vitória do JEC foi o atacante Marlyson. O jovem de apenas 19 anos perdeu uma grande chance aos 35 minutos do segundo tempo e acabou vaiado por parte da torcida tricolor. No entanto, o jogador não se abalou. Aos 40 minutos, marcou o segundo gol do Joinville e, aos 44, sofreu o pênalti que deu origem ao gol de Aldair. A reação deixou o jogador mais confiante e encheu de entusiasmo o técnico Fabinho Santos, que ganha uma boa opção para a sequência do Estadual.

100%

O Joinville pode ocupar a zona do rebaixamento no Campeonato Catarinense, mas um bom incentivo para sair da situação incômoda é a campanha na Copa do Brasil. Até o momento, foram três jogos e três vitórias, com cinco gols marcados e apenas um sofrido (contra). Números que podem servir de inspiração para a tão desejada recuperação no Estadual.

Crise? Onde?

A vitória por 3 a 1 também veio como uma boa resposta num momento crítico nos bastidores do JEC. Nesta semana, quatro diretores renunciaram aos seus cargos em protesto à decisão do presidente Jony Stassun, que desligou o diretor de marketing Cristian Bonezzi, na semana passada. Para evitar que a crise política chegasse ao grupo, o conselho deliberativo decidiu adiar a reunião extraordinária, que ocorreria na terça-feira. Apesar do clima tenso, o time parece não estar abalado.

Reforços na hora certa

Às vésperas do jogo decisivo contra o Barroso, o técnico Fabinho Santos ganha peças importantes. Na quarta, já pôde contar com o retorno do lateral-direito Caíque, que dá mais força ofensiva ao JEC e ajuda a melhorar o desempenho de Fabinho Alves. Além dele, o treinador terá o retorno do lateral-esquerdo Fernandinho, que também estava lesionado. Outra peça importante será o atacante Bruno Rodrigues, contratado recentemente e que ainda não estreou.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade