O adversário do Joinville na final da Liga Nacional de Futsal está definido. O Atlântico venceu o Cascavel, por 6 a 1, no segundo jogo da semifinal, na última segunda-feira (4), e garantiu vaga na decisão.

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

Veja os preços e onde comprar os ingressos para a final da Liga Nacional de Futsal

Com o resultado, o Galo chega na quarta final, sendo a segunda consecutiva. No entanto, nunca levantou o troféu da competição, que será decidido em jogo único, no dia 17 de dezembro, às 10h, em Toledo (PR).

Continua depois da publicidade

Como foi o jogo do adversário do Joinville na final

O time de Cascavel teve a primeira chance de abrir o marcador aos 3min10s, na finalização de Gessé, mas o goleiro João Paulo defendeu. Kauê arriscou um chute para o Atlântico, mas Matheus colocou a bola para fora. 

O Galo chegou com perigo novamente aos sete minutos. Após troca de passes, Chape mandou uma pancada para outra defesa de Matheus. O Cascavel cometeu a sexta falta aos 18. O Atlântico teve livro livre a seu favor, mas desperdiçou a oportunidade de abrir o marcador.

Faltando 35 segundos para finalizar a primeira etapa, o vice-artilheiro da Liga Nacional foi certeiro e inaugurou o placar para o time gaúcho no Caldeirão do Galo. Em uma troca de passes que iniciou em um toque de calcanhar de Kauê, William recebeu na cara do gol e finalizou para o fundo da rede.

Continua depois da publicidade

Confirmação da vitória 

O segundo tempo iniciou diferente, porém não alterou o destino do Atlântico, que era chegar à final da Liga. Aos 45 segundos, logo no primeiro ataque, o Cascavel igualou o marcador. Rabisco recebeu na frente do gol e teve o trabalho de empurrar para a rede.

Aos 4min28s, o Galo voltou a ficar à frente do placar. O pivô Kauê se esforçou para não deixar a bola sair pela lateral e tocou para Chape, que recebeu no segundo poste e finalizou, colocando os donos da casa na frente.

O clube gaúcho marcou o terceiro gols aos 10min30s, com Richard. No mesmo instante que artilheiro da competição rouba a bola na ala direita, ele manda direto para o fundo da para rede para ampliar a vantagem: 3 a 1. 

Aos 14min50s, o quarto gol. Rick adiantou a marcação, roubou a bola do adversário e deu uma assistência para Chape só finalizar.

Continua depois da publicidade

O Atlântico marcou o quinto aos 16min22s. Richard deixou dois jogadores adversários caídos na área e deu um toque para o fundo da rede: 5 a 1.

Os donos da casa tiveram tempo de marcar mais um. Aos 17min48s, Rick aproveitou o gol aberto, encobriu a quadra e fez o sexto. 

O Cascavel ainda teve tiro livre a seu favor faltando 46 segundos, mas a noite era do time erechinense. Gesse cobrou, João Paulo defendeu e decretou a goleada por 6 a 1.

Assista também

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total