nsc

publicidade

Luto

Velório do rei momo de Florianópolis será na Passarela Nego Quirido

Prefeitura da Capital vai montar estrutura para receber o público. Cerimônia está marcada para as 17h

10/09/2019 - 11h38 - Atualizada em: 10/09/2019 - 15h56

Compartilhe

Felipe
Por Felipe Reis
Hulk era o líder da corte do carnaval de Florianópolis
Hulk era o líder da corte do carnaval de Florianópolis
(Foto: )

O desejo do rei momo de Florianópolis vai ser atendido: ser velado na Passarela do Samba Nego Quirido, palco das principais manifestações de Hernani "Hulk", ao lado da corte do carnaval da cidade por mais de 30 anos. A informação foi confirmada pelo diretor de eventos da Secretaria de Turismo de Florianópolis, Miguel Gregório, durante entrevista ao Direto da Redação. O velório foi marcado para começar às 17h desta terça-feira (10).

"Hulk" morreu na manhã desta terça-feira (10) depois de passar um período hospitalizado para o tratamento de um câncer. Hernani Luiz Barbosa, nome oficial do personagem carnavalesco, tinha 64 anos.

— Estamos ajustando a questão da estrutura para receber o público para esta homenagem, mas não tem como não atendermos a esse pedido dele — afirmou Gregório.

A Prefeitura de Florianópolis decretou luto oficial de três dias pela morte de Hernani "Hulk", em nota oficial:

NOTA DE PESAR

O Prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, acaba de decretar luto oficial de três dias pelo falecimento de Hernani Luis Barbosa. Conhecido no meio carnavalesco como Hernani Hulk, atuou como rei Momo da corte do Carnaval da Cidade durante 34 anos. A administração municipal manifesta profundo pesar pelo ocorrido e lamenta a perda de alguém que tanto contribuiu para a cultura popular da nossa cidade.

Como já era desejo de Hernani, ele será velado na Passarela do Samba. No momento, a família aguarda a liberação do corpo para realização do velório, previsto para acontecer a partir das 16h. A cerimônia será aberta ao público.

Confira a entrevista com diretor da Secretaria de Turismo de Florianópolis, Miguel Gregório:

Deixe seu comentário:

publicidade