nsc

    Scania apresenta

    Venda de seminovos atinge a marca de 335 mil caminhões emplacados no Brasil em 2019

    De acordo com a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), o aumento de 1,5% acompanha o aumento na venda dos veículos novos

    23/12/2019 - 15h32

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    Cavese
    Cavese
    (Foto: )

    335 mil e 985 caminhões: este é o número exato de veículos seminovos comercializados até novembro de 2019 no Brasil. Assim como no mercado de novos, as vendas mantêm o ritmo de crescimento e refletem diretamente no cotidiano das concessionárias catarinenses, que, junto com Paraná e Rio Grande de Sul, são os segundo maiores comerciantes de caminhões no País, atrás apenas do Sudeste, como aponta a Fenabrave.

    Hermes Roberto Mendes Junior, 60, proprietário de uma transportadora com sede em Tubarão e filial em São José dos Pinhais (PR), comprou dois caminhões seminovos nos últimos dois anos.

    — Compramos dois Scania R440 6x2, modelos 2012. Aproveitei uma oportunidade muito boa de negócio, pois são máquinas fortes, baixa quilometragem e estavam estacionadas à pronta entrega — conta o empresário.

    No ramo do transporte rodoviário desde 1983, Mendes relata que tem 30 caminhões na frota, sendo 21 Scania. — Atendemos apenas o Sul do Brasil e com a Scania encontramos melhor conforto e consumo de combustível — relata.

    scania
    cavese
    (Foto: )

    Dicas na compra

    Dilton de Souza Vieira, supervisor do departamento de seminovos da Cavese Scania SC, explica que a marca tem uma revenda de seminovos com bastante procura por conta da valorização dos caminhões.

    — Com 20 anos de uso, um caminhão nosso ainda tem procura e valor de revenda bom, já outras marcas perdem mercado com 10 anos de rodagem — conta Dilton.

    O especialista ainda faz recomendações sobre alguns cuidados na hora da troca ou aquisição do caminhão seminovo, como sempre buscar loja ou concessionária que tenha credenciamento com a marca. Também reforça que é importante evitar compras online que apresentam valores abaixo do mercado.

    Preste atenção nos documentos. Fique atento ao IVA (Inspeção Veicular Ambiental). Esse certificado pode definir o quão logo o comprador pode começar a rodar comercialmente. A prevenção também é uma saída contra o mercado negro: sempre revise comprovante de pagamento de IPVA e seguro obrigatório, além de checar o licenciamento do caminhão.

    Outro ponto essencial é a observação de avarias na lataria ou chassi. Por isso é importante buscar uma concessionária, que reduz riscos de engano. Lembre-se do test-drive: se possível com o veículo carregado, e analise o desempenho do motor em subidas, a precisão do engate de marchas, se a caixa de câmbio ou o eixo traseiro estão apresentando algum barulho "anormal". Com o motor "quente" e funcionando em marcha lenta, remova a vareta de óleo e verifica se há excesso de saída de fumaça branca, isto pode ser um indício de que o motor está com necessidade de ser recondicionado.

    Por fim, Vieira aponta que a Scania tem o Banco e Consórcio, que facilitam o investimento pelas baixas taxas de juro ao longo do pagamento, que no acumulado de 100 meses fica em 13,5%.

    — Além das iniciativas próprias para financiamento dos caminhões seminovos, a Scania é uma das únicas marcas que não tem rejeição alguma em outros bancos — finaliza.

    Saiba mais sobre os seminovos Scania.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas