nsc
Ouça ao vivo

publicidade

Trânsito

Véspera de feriado, chuva e eventos agravam o caos no trânsito em Florianópolis

Risco de maré alta, Folianópolis e concurso da prefeitura devem impactar no fluxo do feriado

14/11/2019 - 12h01 - Atualizada em: 14/11/2019 - 15h15

Compartilhe

Por Juliana Gomes
Trânsito ficou lento em função da chuva
Trânsito ficou lento em função da chuva
(Foto: )

Antes das 6h desta quinta-feira (14), véspera de feriado, já estava difícil transitar na Grande Florianópolis. A chuva foi um agravante principalmente na BR-101, entre Palhoça e São José. A rodovia está entre as prioridades da fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) até domingo, assim como a BR-470 e BR-282, onde o movimento deve ser intenso a caminho das praias.

Na capital, a previsão de maré alta com risco de alagamento somado à expectativa da chegada de milhares de pessoas para o Folianópolis e o concurso da prefeitura exigem atenção dos motoristas nos próximos dias.

Com a chuva desta quinta, na região metropolitana, logo cedo, houve colisões, veículos parados com problemas mecânicos e acúmulo de água sobre a pista. Então, não teve jeito, o trânsito ficou lento e, por vezes, até parado. Para o chefe do núcleo de comunicação da PRF Luiz Graziano, tudo isso poderia ser evitado com bom senso.

— Hoje é um dia em que a probabilidade de acidentes é muito grande, porque os motoristas não têm a percepção de que na pista molhada, você tem que diminuir a velocidade. O sistema de freios não funciona bem, muitas vezes o pneu do carro não está em bom estado e vai derrapar em uma curva. A visibilidade diminui — ponderou.

Alagamentos

Durante o feriadão, o tempo vai exigir atenção dos motoristas, porque além da chuva forte, o mar deve ficar agitado, com risco de ressaca, conforme a Epagri/Ciram. A previsão aponta também para risco de alagamentos por causa da maré alta nas regiões mais baixas do litoral catarinense.

A atenção deve ser redobrada para os alagamentos em locais como a Rodovia Diomício de Freitas, o entorno do CentroSul, a Avenida da Saudade e as praias do Sul da Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis.

Milhares de visitantes

Durante o Folianópolis, de quinta a sábado, a Guarda Municipal estará atenta ao começo e ao fim das festas, já que no ano passado, o público chegou a 50 mil pessoas. Na noite desta quinta, a avenida Gustavo Richard será sinalizada para que uma faixa seja reservada ao embarque e o desembarque dos participantes.

— A preocupação maior é com o fim do evento, por volta das 5h, porque existe uma tendência de saída em um grande volume. Temos evento na quinta, sexta e sábado — explicou o comandante da Guarda Municipal Ivan Couto.

No domingo, a partir das 7h, tem Corrida contra o Câncer em Florianópolis. A Beira-mar Norte será reservada para a competição e, com isso, não haverá o fechamento para a tradicional Via Amiga do Ciclista, que costuma bloquear o acesso dos veículos para os moradores pedalarem.

Para o concurso de domingo, a Guarda Municipal não formalizou uma operação de trânsito, mas estará de prontidão para incidentes a fim de evitar dificuldades na movimentação dos candidatos.

Operação

Desde a meia-noite dessa quarta-feira (13), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) faz a operação Proclamação da República que intensifica a fiscalização nas rodovias federais até a meia noite do próximo domingo (17). Em 2018, foram quatro dias de feriado, na Proclamação da República, e foram registrados cinco mortes e 113 feridos em acidentes.

— Esse feriadão promete uma grande movimentação, porque é o primeiro e único feriadão do segundo semestre. Então tem muita gente vindo para Santa Catarina, principalmente para o litoral — disse Graziano.

Em Santa Catarina, a BR-101 é um grande ponto de atenção por causa do movimento de turistas a caminho das praias do Litoral Norte.

— Pela manhã, o movimento intenso foi porque hoje (quinta) é um dia de trabalho, mas no final da tarde e à noite, deve começar o movimento de turistas e amanhã (sexta) de manhã. Agora, no domingo à tarde e início da noite é quando deve ocorrer a maior movimentação no estado — afirmou.

Pontos de atenção

Por isso, o esforço dos policiais está concentrado na região de Balneário Camboriú, Joinville e na Grande Florianópolis.

— A BR-101 já é a rodovia com o maior número de veículos e ocorrências. Nesse feriadão, estamos com um grande efetivo extra, que vai trabalhar com a fiscalização em todo estado, principalmente em relação à alcoolemia durante o dia e a noite — afirmou.

Além da BR-282, a BR-470, que está em obras, é uma pista simples e tem um histórico de muitos acidentes, terá atenção dos policiais.

— Todas as nossas rodovias são perigosas, não podemos esquecer da BR-116, que tem um trânsito de caminhões muito grande, a BR-280, de São Francisco do Sul para Joinville, que gera vários congestionamentos.

Se o sol aparecer no sábado e domingo os riscos de acidentes tendem a diminuir.

— O grande problema de começar com chuva e terminar com sol é que o pessoal deve voltar mais tarde. Então, deve ter congestionamento, principalmente de Porto Belo a Navegantes, na BR-470, de de Navegantes a Blumenau e na BR-280, de São Francisco do Sul até Araquari - ponderou.

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade