nsc
    hora_de_sc

    Grande Florianópolis

    Vídeo: servidor do IGP agride mulher com tapa e puxões de cabelo ao prendê-la em Palhoça 

    Caso aconteceu na tarde desta terça-feira (26). Conduta do agente será apurada pela Polícia Civil

    28/11/2019 - 10h58 - Atualizada em: 28/11/2019 - 11h13

    Compartilhe

    Por Guilherme Simon
    agressão IGP
    Servidor segura mulher pelo pescoço antes de agredi-la com tapa, em Palhoça
    (Foto: )

    Um servidor do Instituto Geral de Perícias (IGP) agrediu uma mulher com um tapa no rosto e puxões de cabelo durante uma abordagem no Centro de Palhoça, na Grande Florianópolis, mostram imagens gravadas por populares nesta terça-feira (26).

    De acordo com a delegada regional da Polícia Civil de Palhoça, Michele Correa, a ação violenta do servidor, que tem 52 anos e atua na mesma cidade, ocorreu após uma discussão entre duas mulheres em uma loja de vestuário motivada por ciúmes.

    Ainda segundo a delegada, o servidor teria flagrado a situação e agido para conter uma das mulheres – a que aparece no vídeo – depois que ela ateou fogo em roupas dentro do estabelecimento. As agressões aconteceram enquanto o agente conduzia a mulher até uma viatura do IGP.

    — De qualquer forma, o servidor agiu de maneira equivocada e excessiva. O caso será apurado pela polícia para verificar se houve abuso de autoridade e ele vai responder processo administrativo no IGP, o que pode acabar resultando até mesmo em demissão — comentou Michele Correa.

    A mulher agredida pelo agente é de Palhoça, tem 30 anos e ficou presa na terça-feira pelos crimes de ameaça, lesão corporal e dano qualificado. Segundo a delegada Michele, enquanto era levada para a delegacia, ela mordeu uma policial militar. A mulher não tinha antecedentes criminais e foi solta após audiência de custódia nesta quarta-feira (27).

    Já o servidor, conforme a delegada, alegou ter sido agredido anteriormente pela mulher e registrou um boletim de ocorrência contra ela. O nome dele não foi divulgado.

    Em nota, a assessoria do Instituto Geral de Perícias informou que o órgão já instaurou os procedimentos administrativos cabíveis para apurar os fatos e possíveis irregularidades decorrentes da conduta, em respeito ao ordenamento vigente.

    Assista ao vídeo

    Leia também

    Homem que gravou vídeo dando tapas nas filhas se apresenta à polícia

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas