nsc
dc

publicidade

Alerta

Vigilância de Florianópolis busca passageiros que voaram com homem infectado por sarampo

Segundo a entidade, eles estavam em um voo da Latam, que saiu de Guarulhos, com destino à Capital catarinense, no dia 3 de agosto

12/08/2019 - 18h22 - Atualizada em: 13/08/2019 - 22h44

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Pessoas que estiveram nesse voo serão submetidas a medidas para evitar a proliferação da doença
Pessoas que estiveram nesse voo serão submetidas a medidas para evitar a proliferação da doença
(Foto: )

A Vigilância Epidemiológica de Florianópolis está em busca dos passageiros que estavam no voo da Latam, de número LA3662, que partiu de Guarulhos, São Paulo, com destino à Capital catarinense, às 17h25min, do dia 3 de agosto deste ano.

De acordo com o órgão, um dos passageiros estava infectado com sarampo. A procura é para tentar barrar o possível avanço da doença.

O caso de sarampo no passageiro desse voo foi confirmado nesta segunda-feira (12) pela Vigilância Epidemiológica.

Segundo o órgão, a companhia aérea forneceu a lista de pessoas que estavam no avião naquele dia.

No entanto, nem todos puderam ser contatados, por falta de números telefônicos e endereços.

Os passageiros ou aqueles que conhecem pessoas que estavam neste voo devem entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica, nos telefones (48) 3212-3910 ou (48) 3212-3907.

Sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmissível e extremamente contagiosa, muito comum na infância.

A viremia, causada pela infecção, provoca uma vasculite generalizada, responsável pelo aparecimento das diversas manifestações clínicas, inclusive pelas perdas consideráveis de eletrólitos e proteínas, gerando o quadro espoliante característico da infecção.

Além disso, as complicações infecciosas contribuem para a gravidade do sarampo, particularmente em crianças desnutridas e menores de 1 (um) ano de idade.

*Fonte: Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC)

Como prevenir

A doença é prevenível por vacinação. Os critérios da vacina são revisados periodicamente pelo Ministério da Saúde e levam em conta: características clínicas da doença, idade, ter adoecido por sarampo durante a vida, ocorrência de surtos, além de outros aspectos epidemiológicos.

Quando tomar a vacina do sarampo?

Aos 12 meses de idade (1 ano) - Primeira dose;

Aos 15 meses de idade - Segunda e última dose por toda a vida.

Tomou apenas uma dose até os 29 anos de idade?

Se você tem entre 1 e 29 anos e recebeu apenas uma dose, recomenda-se completar o esquema vacinal com a segunda dose da vacina;

Quem comprova as duas doses da vacina do sarampo, não precisa se vacinar novamente.

Não tomou nenhuma dose, perdeu o cartão ou não se lembra?

De 1 a 29 anos - São necessárias duas doses;

De 30 a 49 anos - Apenas uma dose.

Quais são as vacinas que protegem do sarampo?

A profilaxia (prevenção) do sarampo está disponível em apresentações diferentes. Todas previnem o sarampo e cabe ao profissional de saúde aplicar a vacina adequada para cada pessoa, de acordo com a idade ou situação epidemiológica.

Os tipos de vacinas são:

Dupla viral - Protege do vírus do sarampo e da rubéola. Pode ser utilizada para o bloqueio vacinal em situação de surto;

Tríplice viral - Protege do vírus do sarampo, caxumba e rubéola;

Tetra viral - Protege do vírus do sarampo, caxumba, rubéola e varicela (catapora).

*Fonte: Ministério da Saúde

Leia as últimas notícias no NSC Total

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade