nsc
    dc

    Saúde

    Vigilância realiza inspeção em banco de sangue de Erechim de pessoa foi infectada com HIV após transfusão

    Ministério Público apurou que houve erro de uma funcionária, que teria misturado sangues rejeitados com aprovados

    22/12/2015 - 09h41 - Atualizada em: 23/12/2015 - 17h57

    Compartilhe

    Por Redação NSC

    A Vigilância Sanitária do Rio Grande do Sul está realizando uma inspeção no banco de sangue de Erechim, que forneceu para transfusão uma bolsa infectada com o vírus do HIV. De acordo com investigação do Ministério Público, o sangue foi utilizado em uma pessoa após realização de cirurgia no Hospital Santa Terezinha. O procedimento visa apurar possíveis falhas e avaliar como a coleta e seleção do sangue é realizada pelo banco. As informações são da Rádio Gaúcha.

    Um em cada três novos casos de HIV atinge jovens

    O MP apurou que houve erro de uma funcionária da instituição. A infecção do sangue foi detectada nos testes, mas na hora de separar as bolsas, a funcionária acabou misturando os sangues rejeitados com os aprovados.

    Taxa de casos de aids por habitante tem maior queda em 12 anos

    A promotora Karina Denicol ainda pediu a interdição do banco, o que foi negado pela Justiça, alegando que a instituição é a única que atende 32 cidades do Norte do Rio Grande do Sul.

    A reportagem tentou contato com o diretor da Associação Beneficente dos Receptores de Sangue de Erechim, Jackson Arpini, que não retornou.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas