nsc
santa

publicidade

Segurança pública

Vizinhos estão habituados com fugas no presídio de Blumenau

Sensação de insegurança é relatada por pessoas que moram nos fundos do local

28/01/2015 - 10h57 - Atualizada em: 28/01/2015 - 15h38

Compartilhe

Por Redação NSC
Na Rua Guilherme Probst, as pessoas já estão cansadas de ver homens com uniformes do presídio fugindo pelo matagal
Na Rua Guilherme Probst, as pessoas já estão cansadas de ver homens com uniformes do presídio fugindo pelo matagal
(Foto: )

O barulho da correria de detentos em fuga é uma constante aos moradores que residem aos fundos do Presídio Regional de Blumenau. Na Rua Guilherme Probst, no bairro Salto Weissbach, local por onde 28 presos saíram por um túnel na madrugada de quarta-feira, as pessoas já estão cansadas de ver homens com uniformes do presídio fugindo pelo matagal.

Entenda o caso:

::: 28 detentos fugiram do Presídio de Blumenau por um túnel

::: Fuga em Blumenau foi a maior dos últimos 4 anos em SC, conforme Deap

::: "A solução para o presídio de Blumenau está em sua desativação", disse o diretor do Deap, Leandro Lima

::: Obra do Complexo Penitenciário do Médio Vale, em Blumenau, pode começar na próxima semana

Durante a manhã desta quarta-feira ainda era possível ver um par de chinelos e uma camisa do uniforme no caminho percorrido pelos fugitivos. As pessoas que têm medo de se identificar relataram que ouviram o barulho da noite passada, por volta da meia-noite, fecharam as janelas e esperaram que nada acontecesse. Escutaram a movimentação e em seguida a chegada da polícia.

Veja também

::: A situação degradante do Presídio de Blumenau

Segundo um dos moradores, três carros e duas motos estiveram no local logo após a saída dos presidiários.

- Esta não é a primeira vez que isto acontece, vira e mexe um deles sai do presídio. Acho muito estranho que a segurança não veja isso - conta.

Outra moradora que está no local há mais de 10 anos diz ter se acostumado com a movimentação. Ela relatou que no ano passado viu vários presos saindo pelos fundos do presídio, mas que em nenhuma fuga foi ameaçada ou agredida.

- Já passou da hora do presídio ir para um lugar afastado - desabafou.

Confira a trajetória do presídio de Blumenau nos últimos anos:

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade