publicidade

Alvinegro

Zé Antônio rechaça Figueirense preocupado com adeus de M10

Volante destaca Alvinegro focado no triunfo contra o arquirrival Avaí no domingo

14/03/2019 - 18h13

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Zé Antônio revela pressão por vitória no clássico
(Foto: )

A poucos dias de mais um clássico pelo Figueirense, o volante Zé Antônio destacou a importante do confronto diante do arquirrival Avaí, mas rechaçou a preocupação do elenco alvinegro em relação à despedida do ídolo azurra Marquinhos. No domingo, às 16h, o Galego completa 400 jogos como profissional e coloca um ponto final na carreira. De acordo com o jogador do Furacão, o repeito existe, mas que esse é um momento que vale apenas para os torcedores do Leão.

– A gente joga fora de casa e no campo do adversário e sabemos das dificuldades que é, mesmo quando jogamos em casa contra eles sempre é disputado, lá não será diferente. Com relação a despedida do Marquinhos, a festa é para a torcida deles, respeito muito a história de cada jogador, ele tem a história dele que construiu com muito suor e trabalho. Cabe a mim orientar meus companheiros e procurar trabalhar para fazer grande jogo – falou Zé Antônio.

Apesar do discurso, o volante confirmou sentir a pressão por parte da torcida do Figueirense para que o time vença na Ressacada. No ano passado, o Alvinegro fez 1 a 0 pela Série B, com gol de João Paulo e pênalti defendido por Denis, justamente no aniversário do Avaí. Zé Antônio garantiu que agora também não vai faltar empenho para a equipe conquistar o triunfo e permanecer na liderança do Estadual.

– Tem (pressão), sim. Essa semana já encontrei alguns torcedores alvinegros que sempre falam essas coisas, mas a gente assimila da melhor maneira possível, porque sabemos que é um jogo que mexe com uma cidade, com o estado, estamos muito concentrados e focados e esperamos estar bem no fim de semana – completou.

Após 12 jogos, o Figueirense lidera o Catarinense com 26 pontos. Vice-líder, a Chapecoense tem 24, seguido pelo Avaí com 23. O Marcílio Dias fecha o G-4, na quarta colocação, com 20.

Deixe seu comentário:

publicidade