nsc
nsc

Futebol

Avaí foi uma colcha de retalhos e levou três do Goiás

Compartilhe

Roberto
Por Roberto Alves
22/06/2021 - 21h25 - Atualizada em: 22/06/2021 - 21h40
Bruno Silva foi a ausência mais significativa do Avaí em Goiânia
Bruno Silva foi a ausência mais significativa do Avaí em Goiânia (Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC)

Foi uma terça-feira (22) ruim para o futebol catarinense. O Avaí fez uma de suas piores partidas no Campeonato Brasileiro da Série B, e perdeu para o Goiás por 3 a 0. Na verdade, jogou os dez minutos iniciais e parou. Tomou gols de erros de saída de bola, deu espaço ao adversário, não teve meio de campo, foi envolvido pelas laterais e decepcionou sua torcida que esperava muito mais depois da vitória diante do Vasco, no Rio.

> Avaí comete todos os erros numa péssima atuação na derrota para o Goiás

O que já se sabia aconteceu. Bruno Silva foi a ausência mais significativa do Avaí em Goiânia. Sem ataque e nenhum trabalho de bola no meio de campo, faltava apenas a defesa falhar - e falhou, contribuindo para a derrota azurra. 

O Avaí terá de pensar muito seu time. Precisa de reforços e é notória a falta de reposição na equipe. O Goiás aproveitou a fragilidade do adversário e impôs seu futebol com facilidade, onde apareceram Alef Manga, Bruno Mezenga e o meio de campo nosso conhecido Elvis.

Uma vitória indiscutível diante de um Avaí irreconhecível. Time da capital permanece na zona de rebaixamento da Série B com um jogo atrasado diante do Remo e já tendo de atuar sexta-feira à tarde contra o CRB.

> Notícias do dia: menino morre atropelado pelo pai e leão-baio é flagrado em SC

Brusque

À tarde, o Brusque deixou passar a chance de um resultado que lhe desse os três pontos. Perdeu chances incríveis e o goleiro do Sampaio Corrêa salvou a bola do jogo, quando Edu meteu na gaveta, já nos acréscimos, e ele salvou. Empate sem gols no Vale do Itajaí.

Era um jogo para vitória e ela não aconteceu. Começa a preocupação em relação ao futebol catarinense na Série B. É cedo? Não, o campeonato já começou. Menos mal que o Brusque está no G-4.

> Criança de dois anos morre atropelada pelo próprio pai em Navegantes

Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

Mais colunistas

    Mais colunistas