nsc
nsc

publicidade

avaí e chapecoense

Despedida dos times catarinenses da Série A em 2019

Compartilhe

Roberto
Por Roberto Alves
07/12/2019 - 11h31 - Atualizada em: 07/12/2019 - 12h03
(Foto: Tiago Ghizoni e Tarla Wolski)
(Foto: Tiago Ghizoni e Tarla Wolski)

Os catarinenses, graças a Deus, jogam pela ultima vez neste ano. Avaí e Chapecoense curiosamente vão se encontrar na primeira rodada do estadual em 22 de janeiro em Chapecó. No Brasileiro, deram vexame.

Na Chapecoense já se sabe que o técnico será Emerson Maria. No Avaí Jorge Fossati deve vir a Florianópolis na próxima semana conhecer a estrutura do clube. Sequer alguém da diretoria veio a público falar da péssima campanha e do que acontecerá em 2020. Um ano desastroso para o futebol profissional.

Dois jogos sem interesse nenhum pra fechar o brasileiro. Avaí e Atlético Paranaense que já deu férias ao time profissional e Vasco e Chapecoense no Maracanã para mais de 60 mil torcedores por conta da briga Vasco e Flamengo para ver quem coloca mais público nos seus jogos.

Ouça o comentário para o Momento Esportivo deste sábado:

Pintado
(Foto: )

Poucos capítulos

A novela da permanência ou não do técnico Pintado no Figueirense teve poucos capítulos. Uma minissérie, digamos. Se o Figueirense está quer colocar os pés no chão e partir para dias de saneamento sem perder o foco no futebol não seria mesmo Pintado o comandando. Profissional que não é caro mas está longe de ser barato.

No estadual imagino o alvinegro com Marcio Coelho como preparativos para a serie B do ano que vêm. Certo ou errado, só o tempo dirá mas o Figueirense agiu sem demora.

Deixe seu comentário:

Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

Últimas do colunista

Loading interface...
Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

publicidade

publicidade

Mais colunistas

    publicidade

    publicidade

    Mais colunistas