nsc
    nsc

    Memória

    O futebol e o primeiro canal de TV em Florianópolis

    Compartilhe

    Roberto
    Por Roberto Alves
    30/05/2020 - 12h32
    Primeiro canal de TV em Florianópolis (Foto: Arquivo pessoal)
    Primeiro canal de TV em Florianópolis (Foto: Arquivo pessoal)

    Enquanto a Prefeitura Municipal de Florianópolis libera a dupla Avaí e Figueirense para os treinamentos presenciais em seus estádios, o mês de maio termina neste domingo (31) com o telespectador comemorando os 50 anos da entrada no ar do primeiro canal de televisão da Capital: a TV Cultura Canal 6.

    Com slogan ''trazendo gente mais perto da gente'', 15 dias depois a TV Cultura foi autorizada pelo governo a entrar na rede de emissoras que transmitiram a final da Copa de 70 no México entre Brasil x Itália.

    Em 1972 gravou o primeiro VT de futebol no estádio Adolfo Konder entre Avaí e Santos com direito a presença de Pelé.

    Arquibancada do Adolfo Knder lotada no dia do jogo Avai x Santos com Pelé
    Arquibancada do Adolfo Knder lotada no dia do jogo Avai x Santos com Pelé
    (Foto: )

    Também transmitiu a inauguração da TV em cores no Brasil pelo sistema alemão PAL-M, direto de Caxias do Sul, na festa da Uva. Alguns televisores já em cores foram adquiridos e espalhados por pontos estratégicos da cidade para a população assistir. Os aparelhos ainda não estavam à venda.

    Seguiu-se a partir de outubro a entrada no ar em definitivo (comercialmente) com a programação da Rede Tupi de Televisão.

    Foi considerada o terceiro ''melhor colorido'' do Brasil em definição e qualidade, graças ao trabalho das equipes da IVC (International Video Corporation) com equipamentos adquiridos em Salt Lake City, em Utah, nos Estados Unidos. O primeiro lugar foi da Tupi de SP, em segundo ficou a Itacolumi de BH, e a TV Cultura ficou em terceiro.

    Darci Lopes foi o grande homem da TV em Florianópolis. Liderou um grupo de amigos, que depois virou com ele o alto comando da emissora.

    O esporte sempre foi o forte da emissora, com destaque para os Jogos Abertos, futebol, remo e ciclismo.

    O futebol

    Último clássico no Adolfo Konder
    Último clássico no Adolfo Konder
    (Foto: )

    A liberação nessa sexta-feira (29) pela prefeitura da Capital para o futebol significa uma real possibilidade da volta do Campeonato Catarinense.

    Junho será o mês de fiscalização absoluta. O que realmente está fazendo valer é o respeito pelas determinações das autoridades. Os números são favoráveis, pois já se passam quase um mês sem nenhum óbito na Capital.

    Muito provavelmente a segunda quinzena de junho seja decisiva para uma avaliação final. Eu pessoalmente ainda trabalho com a segunda quinzena de julho, baseado nas previsões de junho.

    Se acontecer antes, melhor. Afinal os clubes estão no limite. A Secretaria de Saúde de Florianópolis constatou que o protocolo exigido foi cumprido e não havia mais como impedir a volta presencial aos estádios de futebol da Capital. Um belo trabalho foi feito pelos clubes.

    Já podemos começar a voltar com as análises técnicas da dupla. Num primeiro momento a condição física será fundamental.  Praticamente todos os clubes estão em atividade, seja de uma forma ou de outra.

    O Avaí foi quem esteve mais no noticiário pelos reforços de renome que contratou. Agora é questão de treinamento e entrosamento, o que ocorrerá a partir de segunda feira (1º).

    Pelas entrevistas concedidas e nas apresentações dos novos contratados, o Avaí procura fugir do  rótulo de favorito para o título estadual.

    O técnico Rodrigo Santana disse no Debate Diário da CBN que todos os oitos classificados têm reais condições. Trabalharam para chegar.

    Mais um passo foi dado para a volta do Catarinense. Penso que já estivemos mais longe. Agora é continuar o respeito pelas determinações para que a FCF marque a data para retorno do nosso campeonato.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas