nsc
an

Bicharada

8 cuidados que você deve ter com sua mascote quando ela estiver esperando filhotes

A gestação saudável de uma cachorra dura, em média, de 57 a 63 dias, e das gatas, de 60 a 64 dias

27/09/2016 - 07h37 - Atualizada em: 21/06/2019 - 22h32

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

A gravidez de cachorras e gatas é um momento bastante delicado e exige uma série de precauções. A saúde dos filhotes começa com o cuidado que o proprietário deve ter com o seu animalzinho. É preciso ter certeza de que a fêmea está realmente prenha, porque os animais também têm gravidez psicológica e adotam o mesmo comportamento de cadelas e gatas gestantes.

O diagnóstico deve ser feito pelo veterinário por meio de ultrassom, a partir dos 25 dias, ou por raio X, após 45 dias. Para saber o número de filhotes, o exame indicado é o raio X. A gestação saudável de uma cachorra dura, em média, de 57 a 63 dias, e das gatas, de 60 a 64 dias. Fique atento aos cuidados para manter a saúde da mãe e dos filhotes. As dicas são da médica veterinária Francyelle Barbieri.

Leia mais

Como evitar que seu animalzinho lhe transmita doenças

Dicas para viajar com seu animalzinho de carro, ônibus e avião

Seu animal tem medo de fogos? 10 dicas para ajudá-lo com esse problema

(Foto: )

A fêmea deve estar com peso ideal durante a gestação. Uma grávida obesa pode ter sérios problemas. Cuide para que ela tenha sempre água limpa e fresca à disposição. A dieta adequada para uma gestante é ração de filhote, desde o diagnóstico da gravidez até o desmame da cria, a partir dos 30 dias de vida. O ganho de peso pode deixá-la mais preguiçosa e diminuir o apetite. Procure oferecer a comida em porções menores e mais vezes ao dia. Geralmente, as fêmeas fazem ninhos para ter os filhotes e deixam de se alimentar 24 a 48 horas antes do parto. Além disso, a temperatura corporal fica mais baixa, porque estão próximas de ganhar e guardam energia para isso.

(Foto: )

Faça passeios regulares, mas nunca submeta um animal gestante a grandes esforços físicos. Nas últimas três semanas de gravidez, os passeios não são indicados. Além do esforço prejudicial, é importante evitar o contato com outros cães que possam transmitir doenças à mãe e, consequentemente, aos filhotes.

(Foto: )

O ideal é que a fêmea seja vacinada antes do período do acasalamento. Depois de prenhe, a vacinação não é aconselhada.

(Foto: )

É importante vermifugar antes do acasalamento. Durante o período inicial da gravidez, é contraindicada. Após 45 dias de gestação, é possível dar vermífugo, mas com a orientação de um veterinário.

(Foto: )

Convém manter mãe e filhotes afastados de outros animais nos primeiros 30 dias, por questão de segurança, higiene e para evitar que a mamãe fique estressada.

(Foto: )

Se o parto for natural e ocorrer em casa, é ideal que a fêmea disponha de um local tranquilo, confortável e limpo. Além disso, é fundamental saber o número certo de filhotes e conversar com um veterinário para saber como auxiliar o animal, caso seja necessário, e observar o tempo entre o nascimento de um filhote e outro.

(Foto: )

Algumas fêmeas se sujam muito após o parto. É possível dar um banho cuidadoso e depois manter a higiene com lenços umedecidos de bebês humanos.

(Foto: )

A partir do desmame pode-se fazer a higiene com lenços umedecidos. Banhos, em casa, a partir dos 40 dias. Só podem frequentar a pet shop após terem todas as vacinas. É importante certificar-se de que os filhotes mamaram assim que nasceram, porque eles precisam ingerir colostro (primeiro leite materno) onde adquirem imunidade.

(Foto: )

Leia mais notícias sobre animais

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas